Política

Câmara oferece apoio logístico para Sesau transportar vacinas até locais de vacinação

A Câmara Municipal disponibilizou apoio logístico para a Prefeitura de Campo Grande transportar as vacinas contra o coronavírus até os pontos de vacinação, casas de idosos acamados ou pessoas com dificuldades de locomoção. A informação foi confirmada pelo presidente da Casa de Leis, Carlos Augusto Borges (PSB). Campo Grande começou oficialmente a vacinação na manhã […]

Mayara Bueno Publicado em 19/01/2021, às 11h40

Aeronave com doses da CoronaVac descarregou na Base Aérea na segunda-feira (18). (Foto: Marcos Ermínio)
Aeronave com doses da CoronaVac descarregou na Base Aérea na segunda-feira (18). (Foto: Marcos Ermínio) - Aeronave com doses da CoronaVac descarregou na Base Aérea na segunda-feira (18). (Foto: Marcos Ermínio)

A Câmara Municipal disponibilizou apoio logístico para a Prefeitura de Campo Grande transportar as vacinas contra o coronavírus até os pontos de vacinação, casas de idosos acamados ou pessoas com dificuldades de locomoção. A informação foi confirmada pelo presidente da Casa de Leis, Carlos Augusto Borges (PSB).

Campo Grande começou oficialmente a vacinação na manhã desta terça-feira (19), no CRS (Centro Regional de Saúde) do Bairro Tiradentes. A primeira profissional a ser imunizada foi Flávia Crispini de Almeida, de 52 anos, que há 23 anos trabalha na rede pública.

Carlão afirmou que a prioridade, no mundo inteiro, é o combate ao coronavírus. Serão disponibilizados à Sesau (Secretaria Municipal de Saúde) carros e motoristas para transportar os imunizantes.

Vacinação

Equipes volantes da Sesaucomeçam a percorrer 13 unidades de saúde, entre elas a Santa Casa, o Hospital Regional e o Hospital Universitário. Ainda na manhã desta terça-feira, as equipes de vacinação já foram para o Asilo São João Bosco, para iniciar a imunização dos 82 idosos.

Há doses também para os 91 funcionários do local. A superintendente da instituição, Cléo Shama, comemorou a chegada dos imunizantes. “Estávamos aguardando ansiosamente. Passamos um ano difícil e, agora, a expectativa é de que as coisas comecem a normalizar”, pontuou.

Jornal Midiamax