Política

Câmara de Campo Grande discute atualização sobre tratamento contra Covid-19 nesta quarta-feira

Serão ouvidos o deputado federal Luiz Ovando, que é médico, e Emmanuela Nunes, médica no Hospital Regional

Mayara Bueno Publicado em 28/04/2021, às 07h40

Câmara Municipal de Campo Grande
Câmara Municipal de Campo Grande - (Foto: Arquivo Midiamax)

Atualização sobre o tratamento da Covid-19 será debatida durante live promovida pela Comissão de Saúde da Câmara Municipal de Campo Grande discute nesta quarta-feira (28), a partir das 10h30. Médico, o deputado federal Luiz Ovando (PSL) será ouvido, bem como a médica cardiologista Emmanuella Nunes da Costa.

A live será transmitida pelo Facebook (https://www.facebook.com/camaracgms) e pelo canal no Youtube (https://www.youtube.com/camaramunicipalcg) da Casa de Leis. O público poderá encaminhar perguntas e sugestões que serão respondidas pelos participantes.

Serão repassadas informações com atualização dos dados de casos confirmados, internações e mortes pela doença, além dos decretos atualizando as medidas adotadas para tentar garantir distanciamento social.  

Segundo publicado pela Câmara Municipal, o deputado federal Luiz Ovando graduou-se em Medicina em 1975, é mestre em Cardiologia pela Universidade Federal do Paraná, pós-graduado em Cardiologia, além de ter especializações em Clínica Médica, Terapia Intensiva, Ecocardiografia e em Medicina Esportiva. Foi fundador da Sociedade Brasileira de Clínica Médica-Regional MS, coordenador e fundador da Residência de Clínica Médica da Santa Casa. Chefe do Serviço de Clínica Médica da Santa Casa de Campo Grande. Conselheiro do CRM-MS, além de ter presidido a Sociedade Brasileira de Cardiologia Regional MS. 

Já a médica Emmanuella Nunes da Costa formou-se em 1999 em Medicina. Tem residência em Clínica Médica pela Santa Casa e Cardiologia pelo Hospital Universitário da UFMS. É especialista em medicina do exercício e do esporte; Médica Clínica e Cardiologista no Hospital Regional há 20 anos. Atende por telemedicina casos de COVID, desde julho 2020, e atende desde setembro 2020 ambulatório pós-COVID do Hospital Regional.

Jornal Midiamax