Política

Após Bivar confirmar desistência, Mandetta diz que continua 'à disposição' para Presidência

Ex-ministro da Saúde disse que pode ser candidato ou vice à presidência

Aliny Mary Dias Publicado em 25/11/2021, às 14h56

Mandetta se manifestou sobre fala de presidente do partido
Mandetta se manifestou sobre fala de presidente do partido - Foto: Midiamax, Arquivo

Horas após o presidente do União Brasil, Luciano Bivar, afirmar que o ex-ministro da Saúde não seria mais candidato à Presidência da República, Henrique Mandetta disse que permanece "à disposição" para a disputa eleitoral de 2022 pelo comando do Palácio do Planalto.

Mandetta afirmou que houve 'falha de comunicação' e que em nenhum momento retirou seu nome da concorrência. Em publicação nas redes sociais, o ex-deputado federal por Mato Grosso do Sul afirmou que 'posso ser candidato ou posso apoiar outro candidato. Mas jamais desistirei do Brasil. MÉDICO NÃO ABANDONA PACIENTE', disse.

Pouco antes de se manifestar no Twitter, Mandetta afirmou, em entrevista à Globo News, que o presidente do União Brasil, partido que resultou da fusão entre o DEM e PSL, pode ter interpretado as falas do ex-ministro de forma errada.

"Talvez essa maneira muito franca, ele [Bivar] pode ter interpretado que eu não seria mais candidato. Tivemos reunião informal, onde todas as visões foram colocadas, e agora é uma discussão interna".

Pesquisa PoderData realizada de 2ª a 4ª feira desta semana, entre 22 e 24 de novembro, apontou Mandetta com 3% de intenção de votos, na disputa pela Presidência da República. 

Jornal Midiamax