Política

Alan Guedes pede apoio do ministro da Infraestrutura para garantir terminal da Ferroeste em Dourados

O prefeito de Dourados ressaltou a importância da construção de um terminal modal no município

Marcos Morandi Publicado em 27/04/2021, às 16h10

Prefeito de Dourados entrega documento ao ministro da Infraestrutura
Prefeito de Dourados entrega documento ao ministro da Infraestrutura - Divulgação

Na extensa agenda que cumpre nesta terça (27) e quarta-feira (28), em Brasília-DF, o prefeito de Dourados, Alan Guedes (PP),  acompanhando pelo secretário de Governo e Gestão Estratégica, Henbrique Sartori, pediu a intervenção do ministro da Infraestrutura Tarcísio Gomes de Freitas em favor do município durante s obras de ampliação da Ferroeste (Estrada de Ferro Paraná Oeste).

No encontro desta terça-feira (27) com o ministro Infraestrutura,   destacou a importância do projeto de construção de uma nova Ferrovia ligando Dourados/MS ao Porto de Paranaguá/Pontal do Paraná/PR.

Na conversa com o ministro Tarcísio, Alan Guedes ressaltou que Dourados e grande parte do Mato Grosso do Sul, possuem uma deficiência na infraestrutura ferroviária, a qual prejudica o escoamento da produção do Estado, que em 2016 era o maior Produtor Nacional de Grãos.

“Cumpre destacar que também existe um projeto coordenado pela Empresa de Planejamento e Logística S.A. (EPL) para a concessão de exploração da ferrovia Ferroeste do trecho Maracaju-MS a Lapa-PR (Nova Ferroeste), que abrange a construção, sinalização e sistemas de comunicação e controle de tráfego”, ponderou o prefeito em ofício entregue no Ministério da Infraestrutura.

Para que Dourados não fique de fora deste projeto considerado de fundamental importância para o desenvolvimento da economia local e nacional, o prefeito Alan Guedes solicitou auxílio do ministro  Tarcísio Gomes no “auxílio das tratativas junto às referidas empresas para que o projeto inclua um terminal logístico e infraestrutura intermodal na cidade de Dourados, que beneficie o escoamento da produção da região e a prestação de serviços para a ferrovia, visando a maior expansão do desenvolvimento local, regional e, consequentemente, nacional”.

Jornal Midiamax