Política

Última sessão de 2020 na Câmara terá 10 projetos e despedidas de vereadores

Em um ano conturbado de pandemia, entre idas e voltas ao plenário, a Câmara Municipal de Campo Grande encerra o ano legislativo na terça-feira (22). Na pauta, estão 10 projetos de lei que serão analisados pelos vereadores, a maioria das medidas será em segunda votação. Depois disso, a próxima etapa é sanção da Prefeitura de […]

Mayara Bueno Publicado em 18/12/2020, às 08h06 - Atualizado às 08h15

Vereadores Carlão (PSB) e João Rocha (PSDB) conduzem sessão. Ambos foram reeleitos. (Foto: Reprodução/Facebook).
Vereadores Carlão (PSB) e João Rocha (PSDB) conduzem sessão. Ambos foram reeleitos. (Foto: Reprodução/Facebook). - Vereadores Carlão (PSB) e João Rocha (PSDB) conduzem sessão. Ambos foram reeleitos. (Foto: Reprodução/Facebook).

Em um ano conturbado de pandemia, entre idas e voltas ao plenário, a Câmara Municipal de Campo Grande encerra o ano legislativo na terça-feira (22).

Na pauta, estão 10 projetos de lei que serão analisados pelos vereadores, a maioria das medidas será em segunda votação. Depois disso, a próxima etapa é sanção da Prefeitura de Campo Grande

Além das propostas, os parlamentares também devem viver clima de despedida. Dos 29 vereadores, 17 não se reelegeram neste ano, portanto, não estarão na Casa de Leis nos próximos quatro anos.

Presidente da Câmara, o vereador João Rocha (PSDB), que foi reeleito, comentou no fim da sessão de quinta-feira (17) que a próxima e última reunião do ano, será momento para despedidas, já que boa parte dos projetos que precisavam de votação, foram aprovados na ocasião.

O clima de homenagens e agradecimentos de quem não foi reeleito já começou, logo depois da eleição em novembro.

Por causa da pandemia de coronavírus, as sessões foram feitas no plenário, mas com máscaras e álcool disponível, de março até julho. Depois, os parlamentares resolveram adotar reuniões remotas até outubro, quando decidiram voltar ao plenário.

Em ambos casos, não foi permitida participação de população e imprensa no plenário. Os vereadores retomam, já com a nova composição, no início de fevereiro.

Jornal Midiamax