Política

TRE-MS reabre cadastro eleitoral, mas apenas pela internet

O TRE-MS (Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso do Sul) reabriu na quarta-feira (9) os atendimentos de solicitações de serviços relacionados ao cadastro eleitoral. Devido à pandemia de Covid-19, todos os pedidos devem ser feitos pela internet. Através do portal Título Net, o eleitor pode solicitar serviços como alistamento eleitoral (cadastramento para emissão do primeiro […]

Adriel Mattos Publicado em 10/12/2020, às 08h07 - Atualizado às 08h14

(Marcos Erminio, Midiamax)
(Marcos Erminio, Midiamax) - (Marcos Erminio, Midiamax)

O TRE-MS (Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso do Sul) reabriu na quarta-feira (9) os atendimentos de solicitações de serviços relacionados ao cadastro eleitoral. Devido à pandemia de Covid-19, todos os pedidos devem ser feitos pela internet.

Através do portal Título Net, o eleitor pode solicitar serviços como alistamento eleitoral (cadastramento para emissão do primeiro título), transferência do título para outro domicílio eleitoral e revisão do título de eleitor (alteração de dados cadastrais e local de votação), entre outros.

Ainda como medida de biossegurança, o cadastramento biométrico segue suspenso por tempo indeterminado.

Esses serviços foram retomados após as eleições, já que são obrigatoriamente interrompidos durante o período eleitoral.

Justificativa

Já quem deixou de votar e não apresentou justificativa no dia das eleições de 2020 tem até 14 de janeiro de 2021. Esse é o prazo final, já que Campo Grande não teve segundo turno.

A justificativa pode ser feita por meio do aplicativo e-Título ou pelo site da Justiça Eleitoral, no Sistema Justifica. Quem não tiver motivo plausível para a ausência, deverá pagar multa de R$ 3,51.

Para isso, no ato da justificativa, o cidadão deve gerar a GRU (Guia de Recolhimento da União), ou mesmo no site do TRE-MS, pagando através do Banco do Brasil.

Jornal Midiamax