Política

Prefeitura de Campo Grande desmente dados de Trutis sobre uso de emendas na Saúde

A Prefeitura Municipal desmentiu os dados expostos na rede social do parlamentar e fez esclarecimentos sobre as emendas de Loester Trutis.

Dândara Genelhú Publicado em 09/06/2020, às 17h56 - Atualizado em 14/07/2020, às 16h33

(Reprodução)
(Reprodução) - (Reprodução)

Nesta terça-feira (09), a Prefeitura Municipal de Campo Grande desmentiu os dados divulgados em vídeo nas redes sociais do deputado federal Loester Trutis (PSL) e fez esclarecimentos sobre repasse de emendas à Saúde. O próprio deputado teria perdido prazo para dar destinação aos recursos.

No vídeo, o deputado garante que fez repasses nunca utilizados pela Prefeitura, que deveria beneficiar o Hospital do Câncer. “O meu gabinete lá em Brasília providenciou mais de R$ 320 mil para o Hospital do Câncer aqui em Campo Grande”, afirma.

Trutis ainda acusa o prefeito Marquinhos Trad (PSD) de “conversinha”. “Sabia que a quimioterapia pode parar por falta de recursos?”, questiona o deputado federal do PSL.

Porém, em nota de esclarecimento, o diretor-geral do Hospital de Câncer Alfredo Abrão afirmou que confia “na parceria firmada com nossos gestores e que a população não vai ficar desassistida em relação ao tratamento de câncer”.

Além disso, o diretor do hospital deixou claro que, com a pandemia do coronavírus, alguns atendimentos foram suspensos para segurança dos pacientes, mas que “todos projetos serão retomados quando puderem ser realizados com segurança”.

Trutis diz que repasses já chegaram

Ainda no vídeo, o deputado federal afirma que os repasses estão no caixa da prefeitura há pelo menos 60 dias. “Eu mandei dinheiro para o senhor [Marquinhos Trad] reformar escola da Carlota lá, em outubro do ano passado e até hoje está lá”, lembrou.

Segundo Trutis, a parte elétrica antiga estaria causando incêndios no prédio e muitas vezes alimentos da merenda escolar eram perdidos por causa das quedas de energia.

No entanto, a Semed (Secretaria Municipal de Educação) também emitiu nota afirmando que as declarações de Loester Trutis ‘são falsas’. “Está emenda já está “reservada” mas o recurso NÃO está na conta, pois para isto, é necessário concretizar com as devidas documentações e orçamentos”, diz o documento.

Na sequência, a Semed afirma que as adequações elétricas já foram encaminhadas. “Sobre a reforma elétrica, já está, nas mãos do responsável financeiro, pois a equipe técnica da Semed tem ciência de que é necessário para tal obra e funcionamento do prédio”.

Outras emendas

Em nota, a Prefeitura de Campo Grande detalhou o andamento das emendas e recursos de autoria do deputado federal Loester Trutis.

De acordo com a gestão, o deputado direcionou R$ 260.284,00 de incremento temporário ao custeio dos serviços de Atenção Básica em Saúde e R$ 847.519,00 de incremento temporário ao custeio dos serviços de Assistência Hospitalar e Ambulatorial.

Segundo a prefeitura, o parlamentar pediu uso exclusivo dos R$ 260 mil para a APAE (Associação de Pais e Amigos de Excepcionais). Porém o valor parte do Ministério da Saúde, que garante que os recursos sejam utilizados “em ações de atenção primária a saúde”.

Na nota, a gestão explica que “a APAE, indicada como beneficiária dos recursos pelo parlamentar, não oferta serviços de saúde no nível da atenção primária ao Município de Campo Grande, que são realizados exclusivamente na rede própria da Sesau”.

Sobre os mais de R$ 847 mil, a prefeitura informa que “serão destinados à contratualização de leitos hospitalares de retaguarda, para eventual sobrecarga de demanda decorrente do Coronavírus – COVID 19”.

‘Tudo checado’, diz Trutis

Ao Jornal Midiamax, o deputado federal Loester Trutis afirmou que, antes de publicar nas redes sociais, verificou o andamento dos recursos com o Hospital do Câncer.

“Conversei com a direção do hospital, com o pessoal de orçamento, e não houve o repasse. O prefeito alega que não existe nenhum ofício, mas a gente tem tudo por escrito aqui, com a assinatura dele”, reforça.

Confira a nota da Prefeitura de Campo Grande, com detalhes dos repasses.

Jornal Midiamax