Política

Prefeitura de Vicentina decreta suspensão do comércio e faz barreira sanitária para trabalhadores da JBS

Com cinco casos confirmados de coronavírus, a prefeitura de Vicentina decidiu suspender as atividades comerciais da cidade por sete dias. Além disto, para evitar a rápida disseminação da doença serão realizadas barreiras sanitárias nos ônibus que transportam trabalhadores da JBS. O município é o 6º colocado no ranking de incidência de coronavírus em Mato Grosso […]

Dândara Genelhú Publicado em 20/05/2020, às 16h00 - Atualizado às 16h14

Foto: Reprodução.
Foto: Reprodução. - Foto: Reprodução.

Com cinco casos confirmados de coronavírus, a prefeitura de Vicentina decidiu suspender as atividades comerciais da cidade por sete dias. Além disto, para evitar a rápida disseminação da doença serão realizadas barreiras sanitárias nos ônibus que transportam trabalhadores da JBS.

O município é o 6º colocado no ranking de incidência de coronavírus em Mato Grosso do Sul. São 81,9 casos de infecção do vírus a cada 100 mil habitantes, de acordo com o boletim da SES (Secretaria de Estado de Saúde), publicado nesta quarta-feira (20).

De acordo com o Decreto nº 35/2020, entre 20 e 27 de maio, fica proibido o funcionamento de escritórios de profissionais liberais, clínicas de estética e salões de beleza, academias, autoescolas, táxis, mototáxis, bares, hotéis e motéis. Além desses, o comércio de utilidades domésticas, eletrodomésticos, móveis, vestuário, autopeças, papelarias, informática, empresas gráficas, ambulantes e camelôs, devem permanecer fechados durante o período estabelecido.

Ao jornal Fátima News, o prefeito Marcos Benedetti Hermenegildo (PSDB)  lembrou que quase todos os setores comerciais foram fechados e comentou sobre outras medidas. “Estamos com fiscalização na rua 24 horas e a maior reclamação  deles é  que o pessoal vai sair daqui e comprar em Fátima que está tudo aberto. Vamos dar continuidade com a barreira sanitária nos ônibus que transportam  funcionários da JBS que é  o que podemos fazer neste momento”.

Jornal Midiamax