Política

Prefeitura de Sonora institui projeto de auxílio alimentício e de remédios durante a pandemia

Para atender famílias em vulnerabilidade social que precisam de auxílio para garantir alimentação adequada e remédios de uso diário, a prefeitura de Sonora instituiu o programa “Renovando Esperança”. O decreto com detalhes do programa foi publicado no Assomasul (Diário Oficial dos Municípios de Mato Grosso do Sul), nesta quarta-feira (13). Sobre o auxílio para aquisição […]

Dândara Genelhú Publicado em 13/05/2020, às 17h19

(Foto: Reprodução)
(Foto: Reprodução) - (Foto: Reprodução)

Para atender famílias em vulnerabilidade social que precisam de auxílio para garantir alimentação adequada e remédios de uso diário, a prefeitura de Sonora instituiu o programa “Renovando Esperança”. O decreto com detalhes do programa foi publicado no Assomasul (Diário Oficial dos Municípios de Mato Grosso do Sul), nesta quarta-feira (13).

Sobre o auxílio para aquisição de remédios de uso contínuo, a prefeitura considerou “dois processos licitatórios fracassados para aquisição de certos medicamentos”. De acordo com o texto, a crise da pandemia afetou até mesmo o abastecimento de alguns insumos necessários para a fabricação dos remédios que estão em falta na rede de saúde pública municipal.

Para beneficiários deste auxílio, será disponibilizado até R$ 500 reais em crédito na farmácia vencedora do processo licitatório do município, este crédito poderá ser utilizado apenas para que não estejam disponíveis na rede pública ou tenham um substituto. Para garantir o recurso oferecido pela prefeitura, o cidadão deverá comprovar ser morador de Sonora há pelo menos quatro meses, ter renda familiar de até dois salários mínimos e a medicação prescrita por um médico integrante do SUS, que deve garantir que não há disponibilidade do mesmo na rede de saúde.

Aos cidadãos do município que precisarem de auxílio do projeto de segurança alimentar, é preciso que comprove moradia em Sonora por pelo menos três meses, renda familiar de no máximo R$ 700 e não ser beneficiário de nenhum outro programa de auxílio alimentar. Os que fazem uso de algum programa alimentar do governo federal, estadual ou municipal, deverão comprovar que estes programas e a renda familiar, são insuficientes neste momento de vulnerabilidade ou emergência.

Serviço

Para solicitar o auxílio para crédito de remédios de uso diário, o cidadão deve:

  • Agendar previamente o atendimento na Gerência Municipal de Saúde pelos telefones
    (67) 3254-1633 ou (67) 99923-8233;
  • No horário agendado o interessado deverá comparecer na sede da Gerência Municipal de Saúde, munidos dos documentos originais:
    • Identidade e CPF do interessado e demais membros da família que residam no mesmo endereço;
    • Comprovante de rendimento de todos os moradores da unidade residencial do interessado;
    • Comprovante de que é cidadão e morador do município
    • Prescrição médica;
    • Orçamento elaborado pela farmácia vencedora do processo licitatório no município de Sonora – MS.

Para solicitar o auxílio alimentar durante a pandemia, o cidadão deve:

  • Os beneficiários das ações previstas no neste Decreto devem ter sua situação de vulnerabilidade social, avaliada por técnico lotado na Secretaria Municipal de Assistência Social, mediante parecer por escrito, cujo cadastramento, autorização e aprovação dependerá seguir a seguinte rotina:
  • O interessado deverá agendar previamente o atendimento na Gerência Municipal de Assistência Social pelos telefones (67) 3254-1821;
  • No horário agendado o interessado deverá comparecer na sede da Gerência Municipal de Saúde, munidos dos documentos originais:
    • Identidade e CPF do interessado e demais membros da família que residam no mesmo endereço;
    • Comprovante de rendimento de todos os moradores da unidade residencial do interessado;
    • Comprovante de que é cidadão e morador do município, mediante título de eleitor e faturas de
      água ou energia, dos últimos três meses.

Para mais detalhes do projeto clique aqui e confira a publicação a partir da página 232.

Jornal Midiamax