Política

‘PP agora fica mais atraente’, diz Evander após Dharleng migrar para o MDB

Presidente regional do PP, o deputado estadual Evander Vendramini disse nesta terça-feira (3) que o partido ‘agora fica mais atraente’, ao comentar a saída da vereadora Dharleng Campos da sigla para o MDB. Isso porque o partido acredita que ficaria mais difícil reeleger três vereadores em Campo Grande. “Fica o Cazuza. Também tem o Valdir […]

Evelin Cáceres Publicado em 03/03/2020, às 12h47 - Atualizado em 20/07/2020, às 01h46

Deputado estadual Evander Vendramini (Foto: Luciana Nassar, ALMS)
Deputado estadual Evander Vendramini (Foto: Luciana Nassar, ALMS) - Deputado estadual Evander Vendramini (Foto: Luciana Nassar, ALMS)

Presidente regional do PP, o deputado estadual Evander Vendramini disse nesta terça-feira (3) que o partido ‘agora fica mais atraente’, ao comentar a saída da vereadora Dharleng Campos da sigla para o MDB. Isso porque o partido acredita que ficaria mais difícil reeleger três vereadores em Campo Grande.

“Fica o Cazuza. Também tem o Valdir Gomes, que ainda não sabe se vai sair. Esse ano temos uma política de renovação e com três vereadores fica difícil atrair candidatos novos para eleger. Com a saída da Dharleng, o PP agora fica mais atraente para esses candidatos”, explicou.

Vendramini explicou que somente nesta segunda-feira a vereadora comunicou a saída do partido. “Teve uma reunião à noite e ela comunicou a saída”, comentou.

Nesta terça-feira, Dhaleng anunciou a ida ao MDB ao lado do ex-governador André Puccinelli na Câmara de Campo Grande.

Durante entrevista, o ex-governador disse que o MDB se ‘orgulha’ de Dharleng por ela aceitar o convite para entrar na legenda. Hoje, a ida à Casa de Leis foi para convidá-la oficialmente.

Pré-candidato do MDB à Prefeitura de Campo Grande, o deputado Márcio Fernandes afirmou que a missão agora é reeleger os três vereadores. O MDB tem atualmente os parlamentares Wilson Sami e Dr. Loester. Com Dharleng, a bancada fica em três.

Jornal Midiamax