Política

Falta de luz constante no Itanhangá Park faz até deputado pedir explicações à Energisa

Está em tramitação na Alems (Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul) um requerimento com pedidos de explicações para a Energisa, concessionária de fornecimento de energia elétrica para a maior parte do Estado, como Campo Grande, sobre os constantes problemas com o fornecimento ao bairro Itanhangá Park, na Capital. O documento, assinado pelo deputado estadual […]

Fábio Oruê Publicado em 08/12/2020, às 14h31 - Atualizado em 09/12/2020, às 08h38

(Foto:Arquivo/Midiamax)
(Foto:Arquivo/Midiamax) - (Foto:Arquivo/Midiamax)

Está em tramitação na Alems (Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul) um requerimento com pedidos de explicações para a Energisa, concessionária de fornecimento de energia elétrica para a maior parte do Estado, como Campo Grande, sobre os constantes problemas com o fornecimento ao bairro Itanhangá Park, na Capital.

O documento, assinado pelo deputado estadual Renan Contar (PSL), pede a averiguação e solução dos “problemas que resultam em constantes interrupções de energia elétrica, bem como oscilações e “picos”, na região do Bairro Itanhangá Park”.

O deputado diz na justificativa que moradores da região relataram os problemas, principalmente nas ruas Antônio Oliveira Lima e Utinga.

“Segundo informam, são 4 dias sem energia e muitas oscilações em diversos pontos desse bairro, o que coloca os equipamentos eletrônicos em risco, além de desperdiçar alimentos perecíveis por conta do armazenamento, sem contar os prejuízos dos comerciantes, que são incalculáveis”, descreve o documento.

A requisição é endereçada ao diretor-presidente da Energisa, Marcelo Vinhaes Monteiro, e ao diretor-presidente da Agepan (Agência Estadual de Regulação de Serviços Públicos de MS), Youssif Assis Domingues, para tomar as providências cabíveis. A concessionária emitiu uma nota em relação ao assunto. Leia abaixo:

A Energisa esclarece que o evento citado pela reportagem, no bairro Itanhangá Park, teria ocorrido no dia 10 de novembro durante tempestade. Equipes da concessionária estiveram no local e não foi identificada nenhuma unidade consumidora sem energia.

(Alterada para acréscimo de informações às 20h27 de 08/12/2020)

Jornal Midiamax