Política

Em nota e sem citar polêmicas, AMB parabeniza Moro por gestão e deseja sucesso ao próximo ministro

Sem entrar em detalhes sobre o conteúdo do discurso de saída de Sérgio Moro, a AMB (Associação dos Magistrados Brasileiros) elogiou a “gestão responsável” do agora ex-ministro da Justiça e Segurança Pública, que na manhã desta sexta-feira (24) confirmou ter pedido demissão ao presidente Jair Bolsonaro, diante da insatisfação da troca de comando na Polícia […]

Humberto Marques Publicado em 24/04/2020, às 14h05 - Atualizado às 14h16

(Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil)
(Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil) - (Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil)

Sem entrar em detalhes sobre o conteúdo do discurso de saída de Sérgio Moro, a AMB (Associação dos Magistrados Brasileiros) elogiou a “gestão responsável” do agora ex-ministro da Justiça e Segurança Pública, que na manhã desta sexta-feira (24) confirmou ter pedido demissão ao presidente Jair Bolsonaro, diante da insatisfação da troca de comando na Polícia Federal, realizada pelo mandatário federal. A entidade ainda desejou sucesso

A nota da AMB contou com a adesão da Amamsul (Associação dos Magistrados de Mato Grosso do Sul) e destacou a passagem de Moro pela magistratura, que “certamente contribuiu para levar ao Ministério uma visão ampla sobre o sistema de Justiça e a complexa realidade do Brasil”. O ex-ministro destacou ter atuado por cerca de 20 anos como juiz, boa parte desse tempo na 3ª Vara Federal de Curitiba (PR), onde comandou ações da Operação Lava Jato –que o projetaram nacionalmente.

Moro, em entrevista coletiva, admitiu que sua saída se deu com a troca do comando da PF, com a saída de Maurício Valeixo do cargo de diretor-geral. O ex-ministro disse não questionar a troca, mas sim seus motivos, e disparou contra Bolsonaro, ao afirmar não ter assinado o ato de exoneração “a pedido” de Valeixo, conforme publicado no Diário Oficial da União.

Confira abaixo a nota assinada por Renata Gil, presidente da AMB:

“A Associação dos Magistrados Brasileiros (AMB) expressa seu reconhecimento pela gestão responsável de Sérgio Moro à frente do Ministério da Justiça e Segurança Pública. Sua carreira na magistratura certamente contribuiu para levar ao Ministério uma visão ampla sobre o sistema de Justiça e a complexa realidade do Brasil. A AMB, maior entidade associativa da magistratura brasileira, com 14 mil associados, deseja sucesso a Moro em seus próximos desafios.

O Ministério da Justiça e Segurança Pública segue incumbido de lidar com importantes desafios, sobretudo neste momento de crise. Desejamos que o próximo ministro seja bem-sucedido nessa importante missão”.

Renata Gil, presidente da Associação dos Magistrados Brasileiros (AMB)

Jornal Midiamax