Política

Em indicação, deputado pede para Sanesul não cortar serviços de inadimplentes

Indicação protocolada na Alems (Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul) e encaminhada ao presidente da Sanesul, Walter Carneiro, pede para que seja estendido o prazo para não suspensão dos serviços de água e saneamento dos consumidores inadimplentes. No pedido assinado pelo deputado Felipe Orro (PSDB), várias pessoas têm pedido ajuda em relação ao caso, […]

Renata Volpe Publicado em 10/09/2020, às 12h41

Indicação é do deputado Felipe Orro. (Renata Volpe, Midiamax, Arquivo)
Indicação é do deputado Felipe Orro. (Renata Volpe, Midiamax, Arquivo) - Indicação é do deputado Felipe Orro. (Renata Volpe, Midiamax, Arquivo)

Indicação protocolada na Alems (Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul) e encaminhada ao presidente da Sanesul, Walter Carneiro, pede para que seja estendido o prazo para não suspensão dos serviços de água e saneamento dos consumidores inadimplentes.

No pedido assinado pelo deputado Felipe Orro (PSDB), várias pessoas têm pedido ajuda em relação ao caso, devido à pandemia do coronavírus. Segundo o texto, os consumidores necessitam de prazo maior, para que não sejam privados do fornecimento de água.

O corte do fornecimento dos serviços foi suspenso por mais de três meses, mas a Sanesul voltou a cobrar dos inadimplentes e a cortar o serviço. Isso aconteceu, segundo a indicação, enquanto a grande maioria da população continua sofrendo com as consequências da pandemia, que tem causado austeridade e, por consequência, dificuldade para que os cidadãos sul-mato-grossenses mantenham suas faturas em dia. 

“Considere-se ainda que o Estado continua em estado de calamidade pública, tendo ainda diversos municípios, que são atendidos pela Sanesul”. 

Jornal Midiamax