Política

Com 61 emendas, vereadores da Capital iniciam votação da LDO nesta terça

Com 61 emendas, o projeto da LDO (Lei de Diretrizes Orçamentárias) para o exercício financeiro de 2021 começa a ser votado nesta terça-feira (30) pelos vereadores da Câmara Municipal de Campo Grande. Na sessão, está prevista análise e primeira votação do PL n.º 9740/20, enviado pelo Executivo municipal. Já na quinta-feira (2) deve ocorrer a […]

Danúbia Burema Publicado em 29/06/2020, às 18h46 - Atualizado às 19h04

(Divulgação)
(Divulgação) - (Divulgação)

Com 61 emendas, o projeto da LDO (Lei de Diretrizes Orçamentárias) para o exercício financeiro de 2021 começa a ser votado nesta terça-feira (30) pelos vereadores da Câmara Municipal de Campo Grande.

Na sessão, está prevista análise e primeira votação do PL n.º 9740/20, enviado pelo Executivo municipal. Já na quinta-feira (2) deve ocorrer a segunda discussão e votação da proposta. Depois disso, ela segue para sanção do prefeito Marquinhos Trad (PSD).

O texto original chegou a receber 242 emendas, mas após filtragem apenas 61 foram consideradas aptas a serem incluídas no relatório final – entregue à Mesa Diretora em 9 de junho pelo relator, vereador Eduardo Romero. Dentre as emendas, 22,95% são relacionadas à infraestrutura e meio ambiente. Na área da saúde foram apresentadas 10 emendas.

O projeto prevê orçamento de R$ 4,3 bilhões, que representam crescimento de 0,70% para o próximo ano. Os valores trazem queda real de 4,33% em relação às estimativas de 2020. A LDO serve para estabelecer metas da administração para elaboração do orçamento, que será posteriormente detalhado na LOA (Lei Orçamentária Anual).

Jornal Midiamax