Política

Campo Grande volta a eleger prefeito em primeiro turno depois de 12 anos

Marquinhos Trad (PSD) repetiu o feito do irmão, Nelsinho, último a definir as eleições em Campo Grande ainda no primeiro turno de votação.

Jones Mário Publicado em 16/11/2020, às 07h00 - Atualizado às 07h39

Marquinhos Trad concede entrevista após reeleição em Campo Grande (Foto: Leonardo de França/Midiamax)
Marquinhos Trad concede entrevista após reeleição em Campo Grande (Foto: Leonardo de França/Midiamax) - Marquinhos Trad concede entrevista após reeleição em Campo Grande (Foto: Leonardo de França/Midiamax)

Campo Grande voltou a eleger um prefeito em primeiro turno após 12 anos. Marquinhos Trad (PSD) recebeu 218.418 votos e, assim, garantiu 52,58% do eleitorado, deixando 14 adversários para trás.

O último eleito prefeito em primeiro turno na Capital havia sido Nelsinho Trad, então no PMDB, que venceu Pedro Teruel (PT) com 71,41% dos votos em 2008.

No último pleito, em 2016, Rose Modesto (PSDB) levou a disputa ao segundo turno, mas perdeu para Marquinhos Trad, que garantiu 58,77% da preferência dos eleitores.

Em 2012, Alcides Bernal (PP) e Edson Girotto (MDB) disputaram o segundo turno, que terminou com vitória de Bernal por 62,55% dos votos.

Votação em Campo Grande

Ao todo, 458.484 votantes participaram das eleições este ano em Campo Grande. Destes, 415.421 depositaram seus votos em candidatos concorrentes – ou seja, foram válidos.

Outros 48.094 pessoas votaram em candidatos cujos registros estão sub judice. O número corresponde a 11,58% dos votos válidos.

Jornal Midiamax