Política

Câmara discute nesta 2ª insuficiência e preços abusivos da hidroxicloroquina nas farmácias

Vereadores discutem nesta segunda-feira (13) insuficiência e preços abusivos da hidroxicloroquina nas farmácias da cidade. A reunião está marcada para 9h30 e será transmitida pelas redes sociais da Casa de Leis. Apesar de não haver ainda comprovação definitiva sobre sua eficácia, o medicamento foi divulgado como uma possibilidade no combate ao coronavírus e, desde então, as […]

Mayara Bueno Publicado em 13/07/2020, às 07h39 - Atualizado às 08h02

Sessão da Câmara Municipal de Campo Grande, atualmente transmitida nas redes sociais, sem público e imprensa no plenário. (Foto: Reprodução,
Facebook)
Sessão da Câmara Municipal de Campo Grande, atualmente transmitida nas redes sociais, sem público e imprensa no plenário. (Foto: Reprodução, Facebook) - Sessão da Câmara Municipal de Campo Grande, atualmente transmitida nas redes sociais, sem público e imprensa no plenário. (Foto: Reprodução, Facebook)

Vereadores discutem nesta segunda-feira (13) insuficiência e preços abusivos da hidroxicloroquina nas farmácias da cidade. A reunião está marcada para 9h30 e será transmitida pelas redes sociais da Casa de Leis.

Apesar de não haver ainda comprovação definitiva sobre sua eficácia, o medicamento foi divulgado como uma possibilidade no combate ao coronavírus e, desde então, as prateleiras com o produto foram esvaziando. Convoca a audiência o presidente da Comissão Especial, Drº Lívio, que é médico.

O colegiado foi criado na Câmara Municipal em março, quando a pandemia de Covid-19 chegou em Campo Grande, bem como no Brasil todo. Na quarta-feira (8), os vereadores receberam o ex-ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, que falou sobre a doença no País e fez alertas para a Capital, que endureceu novamente medidas para combater o coronavírus.

Jornal Midiamax