Política

Rose diz que aceita disputa, mas tenta o consenso até ultima hora

Na corrida para presidir o diretório do PSDB em Mato Grosso do Sul, a deputada federal Rose Modesto disse que irá buscar consenso “até último momento”. Mas, seguirá na disputa caso seja preciso levar seu nome para votação entre os tucanos. Em sua avaliação, a unidade em torno de um único nome seria o melhor […]

Danúbia Burema Publicado em 29/03/2019, às 07h22 - Atualizado às 12h11

(Reprodução Facebook)
(Reprodução Facebook) - (Reprodução Facebook)
Rose diz que aceita disputa, mas tenta o consenso até ultima hora
Rose faz questão de presidir PSDB-MS (Foto: Reprodução/Facebook)

Na corrida para presidir o diretório do PSDB em Mato Grosso do Sul, a deputada federal Rose Modesto disse que irá buscar consenso “até último momento”. Mas, seguirá na disputa caso seja preciso levar seu nome para votação entre os tucanos.

Em sua avaliação, a unidade em torno de um único nome seria o melhor para o partido. Mas, as lideranças tucanas parecem estar distantes desse entendimento. Atual presidente do diretório, o deputado federal Beto Pereira pretende disputar a reeleição.

Na tentativa de apaziguar os ânimos, lideranças apontaram o nome do governador Reinaldo Azambuja para a presidência, mas ele disse não ter se colocado à disposição e também aposta no entendimento.

“Acho que temos pessoas e maturidade necessária para deixar de lado as vaidades e as questões pessoais de cada um e pensar no todo, que é fortalecer o PSDB para que ele possa estar preparado para as eleições de 2020”, defendeu Reinaldo.

Mas, com o prazo para as convenções se aproximando, o ninho tucano corre o risco de sofrer o desgaste de uma eleição interna. “Caso não dê certo [o consenso], a disputa é saudável também. Democrático”, adiantou Rose.

A deputada esperava cortesia do atual presidente, após ter cedido espaço a ele na presidência do diretório nas últimas eleições, priorizando a unidade do partido. Mas, já sinalizou que a gentileza não deverá se repetir.

O deputado Beto Pereira foi procurado, mas não atendeu nem retornou às ligações.

Jornal Midiamax