Política

Partido se digladiando, diz Ovando em evento de saúde sobre crise no PSL

Presente na inauguração da reforma da Casa da Saúde nesta sexta-feira (18), o deputado federal Luiz Ovando (PSL) aproveitou o palanque para falar sobre a crise em seu partido, rachado pela disputa entre o presidente Jair Bolsonaro (PSL) e o presidente nacional da legenda, Luciano Bívar. “Nós precisamo dar um jeito de torcer para que […]

Danúbia Burema Publicado em 18/10/2019, às 18h18 - Atualizado em 20/10/2019, às 09h27

Deputado federal Luiz Ovando (Reprodução/Facebook)
Deputado federal Luiz Ovando (Reprodução/Facebook) - Deputado federal Luiz Ovando (Reprodução/Facebook)

Presente na inauguração da reforma da Casa da Saúde nesta sexta-feira (18), o deputado federal Luiz Ovando (PSL) aproveitou o palanque para falar sobre a crise em seu partido, rachado pela disputa entre o presidente Jair Bolsonaro (PSL) e o presidente nacional da legenda, Luciano Bívar.

“Nós precisamo dar um jeito de torcer para que essas coisas se reduzam”, disse, observando que a legenda está se digladiando. Ovando pediu realinhamento de posicionamento dos integrantes e afirmou que na vida ‘devemos ser firmes, elegantes e determinados’. 

Também aproveitou para mencionar passagem bíblica mote de Bolsonaro, no Evangelho de João 8:32 que diz: “E conhecereis a verdade e a verdade vos libertará”. Segundo ele, no trecho Jesus apazigua violência de uma multidão contra uma mulher adúltera e a passagem é demonstração de que ‘todo grupo humano faz esse tipo de ação e nós precisamos pensar, melhorar e abraçar’.

“Numa comemoração dessas, talvez seja até inoportuno e alguém pode falar: mas o que é que o doutor está falando sobre isso?”, admitiu sobre as divagações. Mas, justificou dizendo que a fala foi feita ‘porque isso mostra as nossas dificuldades humanas de tolerarmos a diferença’.

Foi só depois da fala que ele retomou discurso voltado a assuntos médicos. No evento de inauguração da nova instalação da Casa da Saúde, esteve presente também o ministro Luiz Henrique Mandetta.

Jornal Midiamax