Política

Na posse de João Rocha, prefeito volta a dizer que salário dos vereadores é decisão da Câmara

O prefeito Marquinhos Trad (PSD) prestigiou, no começo da tarde desta terça-feira (1), a posse da Mesa Diretora da Câmara da Capital, e comentou sobre o projeto que aumenta os salários dos parlamentares da próxima legislatura. “Salário dos vereadores quem decide são os vereadores. Pela lei orgânica do município é assim que funciona”, explicou o […]

Ludyney Moura Publicado em 01/01/2019, às 14h43 - Atualizado em 19/07/2020, às 20h11

None

O prefeito Marquinhos Trad (PSD) prestigiou, no começo da tarde desta terça-feira (1), a posse da Mesa Diretora da Câmara da Capital, e comentou sobre o projeto que aumenta os salários dos parlamentares da próxima legislatura.

“Salário dos vereadores quem decide são os vereadores. Pela lei orgânica do município é assim que funciona”, explicou o prefeito.

De acordo com Trad, o projeto pode até ser vetado pelo Chefe do Poder Executivo, mas voltará à Câmara, se vetado, que pode, ou não, derrubar tal veto. Logo, a competência é do legislativo.

Marquinhos não adiantou se irá sancionar, vetar ou silenciar sobre o projeto de lei aprovado pela Câmara, que eleva, a partir de 2021, os salários dos vereadores de R$ 15 mil para quase R$ 19 mil, uma vez que entende que tal decisão cabe aos parlamentares.

À Câmara, o Chefe do Executivo requisitou, no último mês de dezembro, que os vereadores não aprovassem o projeto de lei que aumentava o seu próprio salário. Marquinhos foi atendido, e não terá aumento em seu vencimento até o fim de seu 1º mandato.

Jornal Midiamax