Política

Ministra faz retrospectiva e anuncia viagem à Índia para tratar de etanol

A ministra Tereza Cristina (DEM) apresentou balanço do Ministério da Agricultura em 2019, em evento com a Frente Parlamentar Agropecuária na terça-feira (17). No encontro, ela anunciou a primeira agenda de 2020, quando irá à Índia tratar de parcerias no setor de produção de etanol. Na agenda em janeiro, ela acompanhará missão oficial com o […]

Danúbia Burema Publicado em 18/12/2019, às 15h10 - Atualizado em 07/07/2020, às 21h24

(Mapa)
(Mapa) - (Mapa)

A ministra Tereza Cristina (DEM) apresentou balanço do Ministério da Agricultura em 2019, em evento com a Frente Parlamentar Agropecuária na terça-feira (17). No encontro, ela anunciou a primeira agenda de 2020, quando irá à Índia tratar de parcerias no setor de produção de etanol.

Na agenda em janeiro, ela acompanhará missão oficial com o presidente Jair Bolsonaro para tratar da ampliação do mercado com o país. “Um dos pedidos do primeiro-ministro [Narendra Modi] quando esteve aqui [na reunião de Cúpula do Brics] foi tratar de bioenergia”, adiantou a ministra.

Também será discutida a perspectiva de venda de carne de aves para os indianos. Neste ano, o país consumiu 5 milhões de toneladas de carne, montante superior aos 4 milhões de toneladas de carne de frango brasileiras exportadas para os outros países.

Ainda sobre 2019, a ministra apresentou dados de seu primeiro ano à frente da pasta. Entre os pontos destacados estiveram questões voltadas à ampliação e desburocratização do crédito rural, aumento das apólices de seguro rural, ações eficazes de defesa agropecuária, abertura de mercado externo para os produtos agropecuários e programas de incentivo à agricultura sustentável. Os detalhes podem ser conferidos clicando aqui. 

Metas 

Para 2020, a ministra apresentou como perspectivas a inclusão no campo com programas como o AgroNordeste e de regularização fundiária; agropecuária aliada à sustentabilidade, com ampliação do Plano de Agricultura de Baixo Carbono, cooperativismo e bioeconomia; e conectividade na área rural, por meio do Observatório da Agropecuária, que integra as mais diversas bases de dados apoiando os gestores públicos na tomada de decisões.

O ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, também participou da reunião e ressaltou a parceria entre as duas pastas, incluindo o programa para pagamento de serviços ambientais, bioeconomia, regularização fundiária e o zoneamento econômico e ecológico. 

Jornal Midiamax