Política

Marun é o primeiro a visitar Michel Temer na superintendência da Polícia Federal

O ex-ministro da Secretaria de Governo Carlos Marun (MDB-MS) foi o primeiro a visitar o ex-presidente Michel Temer, preso em uma sala na superintendência da Polícia Federal no Centro do Rio de Janeiro (RJ).  “Está sendo trado muito bem, com respeito. Está muito triste, mas confiante na Justiça”, disse Marun em entrevista. Marun já tinha […]

Diego Alves Publicado em 21/03/2019, às 23h10 - Atualizado em 22/03/2019, às 09h44

Marun aguarda notificação para recorrer da decisão do TRF4. Foto: Arquivo. Minamar Júnior
Marun aguarda notificação para recorrer da decisão do TRF4. Foto: Arquivo. Minamar Júnior - Marun aguarda notificação para recorrer da decisão do TRF4. Foto: Arquivo. Minamar Júnior

O ex-ministro da Secretaria de Governo Carlos Marun (MDB-MS) foi o primeiro a visitar o ex-presidente Michel Temer, preso em uma sala na superintendência da Polícia Federal no Centro do Rio de Janeiro (RJ).  “Está sendo trado muito bem, com respeito. Está muito triste, mas confiante na Justiça”, disse Marun em entrevista.

Marun já tinha se manifestado a respeito da prisão do ex-presidente nesta quinta. “É mais um lamentável caso de exibicionismo do Judiciário. Ainda não tenho conhecimento do processo, detalhes do caso, mas posso afirmar, sem medo de errar, que se trata de mais um caso de exibicionismo”.

Prisão

Na sentença que determinou a prisão preventiva do ex-presidente Michel Temer (MDB), o juiz federal Marcelo Bretas, responsável pela Operação Lava Jato no Rio de Janeiro, afirmou que o emedebista “é o líder da organização criminosa a que me referi, e o principal responsável pelos atos de corrupção aqui descritos”. A organização a qual o magistrado se referiu atua há 40 anos no Rio de Janeiro.

Temer foi preso em São Paulo, na manhã desta quinta-feira (21) por agentes da Polícia Federal do Rio de Janeiro. O ex-presidente já está na aeronave que o levará para o Rio de Janeiro, onde prestará depoimento.

Jornal Midiamax