Política

Jamilson quer posição do PDT nacional sobre suposto pedido de desfiliação

Jamilson Name (PDT) enviou nesta terça-feira (04) carta ao diretório nacional do partido pedindo posicionamento sobre o comunicado que recebeu do presidente regional da sigla, deputado Dagoberto Nogueira, autorizando a sua desfiliação. Pedido que garante não ter feito. O parlamentar afirmou também que vai consultar a situação junto ao TRE-MS (Tribunal Regional Eleitoral de Mato […]

Julisandy Ferreira Publicado em 04/06/2019, às 16h23 - Atualizado às 17h49

Foto: reprodução
Foto: reprodução - Foto: reprodução

Jamilson Name (PDT) enviou nesta terça-feira (04) carta ao diretório nacional do partido pedindo posicionamento sobre o comunicado que recebeu do presidente regional da sigla, deputado Dagoberto Nogueira, autorizando a sua desfiliação. Pedido que garante não ter feito.

O parlamentar afirmou também que vai consultar a situação junto ao TRE-MS (Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso do Sul) para saber que atitudes tomar. O  deputado afirma ainda que mesmo com o embate contra Dagoberto Nogueira, pretende se candidatar nas próximas eleições. “Estamos aí na vida pública e a gente não pode se negar a nada. Mas de antemão, o projeto agora é ser deputado federal”.

Name espera que o diretório nacional do PDT consiga fazer uma conciliação para resolver a situação. E mesmo com os convites para outros partidos, declara não ter nada definido. “Primeiro eu vou resolver minha situação partidária, ver o que vai ficar definido, porque vai que acontece de eu não sair do PDT?”, deixou em aberto.

“Eu não vou me rebaixar ao nível dele[Dagoberto]. O que a gente sempre discutiu e o que a gente sempre falou, foi a questão do partido.  Agora se ele quer partir para a questão da pessoa Dagoberto, é uma decisão errada que ele está tomando, está conduzindo de maneira errada”, declarou, ao comentar o vídeo divulgado pelo parlamentar nas redes sociais ao se posicionar sobre a situação.

Jornal Midiamax