Política

De olho em ‘base’ para as eleições de 2022, DEM filia seu 13º prefeito em MS

O DEM filiou nesta sexta-feira (27) seu 13º prefeito em Mato Grosso do Sul, em evento realizado no gabinete do deputado estadual Barbosinha na Assembleia Legislativa e contou com a presença da ministra da Agricultura, Tereza Cristina, ambos lideranças do DEM. O prefeito filiado é Roberto Cavalcanti, de Angélica. “O partido precisa também na eleição […]

Nyelder Rodrigues Publicado em 27/09/2019, às 16h01 - Atualizado em 30/09/2019, às 08h24

Tereza Cristina, prefeito Roberto e Barbosinha (Danúbia Burema, Midiamax)
Tereza Cristina, prefeito Roberto e Barbosinha (Danúbia Burema, Midiamax) - Tereza Cristina, prefeito Roberto e Barbosinha (Danúbia Burema, Midiamax)

O DEM filiou nesta sexta-feira (27) seu 13º prefeito em Mato Grosso do Sul, em evento realizado no gabinete do deputado estadual Barbosinha na Assembleia Legislativa e contou com a presença da ministra da Agricultura, Tereza Cristina, ambos lideranças do DEM. O prefeito filiado é Roberto Cavalcanti, de Angélica.

“O partido precisa também na eleição que vem fazer um número expressivo de prefeitos e vereadores para chegar em 2022 forte”, comenta Barbosinha sobre a perspectiva da sigla em comandar o Estado e buscar uma vaga no Senado.

Barbosinha, que foi prefeito de Angélica entre 1989 e 1992, período em que Roberto era diretor escolar na cidade, também destacou a importância de Tereza Cristina no fortalecimento do partido em Mato Grosso do Sul.

“Se nós temos espaço nacional, o espaço estadual também está muito aberto”, comenta o deputado, completando que o trabalho de Tereza resgata a autoestima política e do brasileiro, sendo uma satisfação ter ele como companheira de partido. “Não tenho dúvida que na janela partidária teremos um número expressivo de vereadores”, finaliza.

Já Tereza Cristina, que estava até quinta-feira (26) na reunião dos ministros da Agricultura do Brics em Bonito, foi para Brasília (DF) no fim da tarde e, nesta sexta, retornou para Campo Grande, destacou os potenciais do DEM no Estado.

“O DEM não é um partido fechado, todos temos um papel importantes e temos vários nomes, como o vice-governador Murilo, os deputados Barbosinha e Zé Teixeira. Fico muito feliz de termos bons prefeitos como o Roberto em nossos quadros. Juntos, unidos e com boa política, podemos mudar tudo”, afirma a ministra, que completa.

“A gente tem que estar bem colocado na hora e lugar certo. Político tem que saber que acabou a era dos discurso barato e fácil. Tem que mostrar trabalho. A vinda do Roberto fará a diferença, assim como vereadores que devem vir em breve”, finaliza.

Por fim, o prefeito Roberto Cavalcanti se emocionou e disse ser uma honra esse momento. “Quando fui convidado, consultei dois vereadores do DEM na minha cidade. Pode ter certeza que vamos agregar vários companheiros no Estado quando abrir a janela”. Sobre deixar o PSB, ele disse ‘não ter nada contra’, mas que estava ‘sem estrutura para trabalhar’.

Além do prefeito de Angélica, integram as fileiras dos Democratas os prefeitos de Alcinópolis, Antônio João, Bandeirantes, Batayporã, Caraco, Deodápolis, Naviraí, Paraíso das Águas, Pedro Gomes, Ribas do Rio Pardo, Sonora e Terenos.

Jornal Midiamax