Política

Com 330 emendas, vereadores aprovam orçamento de Campo Grande para 2020

A Câmara de Campo Grande aprovou, em duas sessões extras, a LOA (Lei Orçamentária Anual) de 2020, peça que define diretrizes, investimentos e receita do próximo de 2020 com 330 emendas nesta terça-feira (17). Apesar de numerosas, as emendas representam R$ 144 milhões do total, que é de R$ 4,3 bilhões. Uma delas estipulou a […]

Evelin Cáceres Publicado em 17/12/2019, às 12h59 - Atualizado às 13h25

Sessões nesta terça aprovaram orçamento de 2020 (Mayara Bueno, Midiamax)
Sessões nesta terça aprovaram orçamento de 2020 (Mayara Bueno, Midiamax) - Sessões nesta terça aprovaram orçamento de 2020 (Mayara Bueno, Midiamax)

A Câmara de Campo Grande aprovou, em duas sessões extras, a LOA (Lei Orçamentária Anual) de 2020, peça que define diretrizes, investimentos e receita do próximo de 2020 com 330 emendas nesta terça-feira (17). Apesar de numerosas, as emendas representam R$ 144 milhões do total, que é de R$ 4,3 bilhões.

Uma delas estipulou a previsão de suplementação da Prefeitura em até 5% sem necessidade de autorização da Câmara. O município havia pedido suplementação de 15% para remanejamento de recursos sem autorização da Casa. Outra emenda de destaque foi a do Fmis (Fundo Municipal de Investimento Social), que prevê 5,2 milhões para vereadores destinarem à assistência social.

Comparada com este ano, a LOA do próximo ano prevê 7% de crescimento, percentual considerado “moderado”, de acordo com o secretário de Finanças Pedro Pedrossian Neto.

Jornal Midiamax