Política

Com 27 frentes parlamentares, Assembleia realizou 30 encontros neste ano

Em balanço divulgado pela ALMS (Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul), foram realizados 30 encontros das 27 frentes parlamentares instituídas na Casa de Leis em 2019. As reuniões tiveram início em maio e, desde então, foram realizados 30 encontros, média de um a cada dez dias. Frentes parlamentares são agrupamentos de deputados, de diferentes […]

Renata Volpe Publicado em 24/12/2019, às 12h39 - Atualizado em 25/12/2019, às 09h13

Ato foi publicado pela Mesa Diretora da Assembleia Legislativa de MS (Foto: Arquivo)
Ato foi publicado pela Mesa Diretora da Assembleia Legislativa de MS (Foto: Arquivo) - Ato foi publicado pela Mesa Diretora da Assembleia Legislativa de MS (Foto: Arquivo)

Em balanço divulgado pela ALMS (Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul), foram realizados 30 encontros das 27 frentes parlamentares instituídas na Casa de Leis em 2019.

As reuniões tiveram início em maio e, desde então, foram realizados 30 encontros, média de um a cada dez dias. Frentes parlamentares são agrupamentos de deputados, de diferentes partidos e de entidades governamentais e da sociedade civil organizada, que discutem problemas e propõem soluções em áreas de interesse público. 

Entre as temáticas de atuação das 27 frentes da ALEMS, estão saúde, meio ambiente, direitos humanos, defesa dos animais, fronteira, esporte e lazer.

As frentes promoveram reuniões com as seguintes frentes: de Regularização Fundiária, de Recursos Hídricos, do Leite, Defesa dos Direitos da Pessoa Idosa, de Desenvolvimento da Suinocultura, de Desenvolvimento das Unidades de Conservação Ambiental, de Enfrentamento à Tríplice Epidemia, em Defesa da Saúde Mental e Combate à Depressão e ao Suicídio, em Defesa da Pesca e em Defesa da Segurança Alimentar e Nutricional.

Meio ambiente

Entre as frentes com atuação ambiental, está a de Recursos Hídricos, que tem como membros 11 deputados e representantes de 29 entidades, entre universidades, organizações não-governamentais, órgãos do governo, comitês, conselhos, federações e outras entidades de classe, empresas, etc. O grupo realizou quatro reuniões, nas quais foram discutidos e decididos encaminhamentos quanto à qualidade da água, ao fortalecimento dos Comitês de Bacia Hidrográfica, a Política Nacional de Recursos Hídricos, entre outros assuntos.

Crescimento econômico

A Frente Parlamentar do Leite discute políticas para melhoria do setor produtivo, que sofre com diversos problemas no Estado, como queda na produção, custo elevado, baixa rentabilidade, falta de incentivo e desmotivação do produtor. A frente é composta por 19 parlamentares e 29 instituições.

Saúde

Entre os grupos concernentes à saúde, está a Frente Parlamentar de Enfrentamento à Tríplice Epidemia: Dengue, Chikungunya e Zika, coordenada pelo deputado Renato Câmara e com participação de outros 17 parlamentares. A frente realizou quatro reuniões neste ano para discutir ações e políticas públicas que contribuam para o combate à proliferação de doenças, causadas pelo mosquito Aedes aegypti. Entre outros encaminhamentos, o grupo busca apoio financeiro para continuidade de pesquisas, em universidades, que ajudam a reduzir as estatísticas da tríplice epidemia.

(Com assessoria)

Jornal Midiamax