Política

Câmara apresenta projeto para reajustar salário de prefeito, vereadores e secretários em 28%

A Câmara Municipal de Ribas do Rio Pardo, distante 102 quilômetros de Campo Grande, apresentou projeto de lei de número 022/19 para reajustar o salário dos vereadores, prefeito, vice e secretários em 28%. Se for aprovado, os reajustes só serão contabilizados em 2021, quando inicia a nova legislatura municipal.  O projeto de lei foi lido […]

Renata Volpe Publicado em 09/10/2019, às 13h19

Projeto de Lei de autoria da Mesa Diretora foi apresentado na sessão da Câmara Municipal, ontem (8). (Divulgação)
Projeto de Lei de autoria da Mesa Diretora foi apresentado na sessão da Câmara Municipal, ontem (8). (Divulgação) - Projeto de Lei de autoria da Mesa Diretora foi apresentado na sessão da Câmara Municipal, ontem (8). (Divulgação)

A Câmara Municipal de Ribas do Rio Pardo, distante 102 quilômetros de Campo Grande, apresentou projeto de lei de número 022/19 para reajustar o salário dos vereadores, prefeito, vice e secretários em 28%. Se for aprovado, os reajustes só serão contabilizados em 2021, quando inicia a nova legislatura municipal. 

O projeto de lei foi lido em sessão realizada ontem (8), na Câmara Municipal. Conforme a proposta da Mesa Diretora, o salário do prefeito, a partir de 2021 será de R$ 19.920,70; do vice-prefeito, R$ 9.960,34; secretários municipais, R$ 7.370,64 e dos vereadores, R$ 7.552,00. 

Quem assina o projeto é o presidente da Casa de Leis, Paulo Henrique Pereira da Silva (PL), a primeira secretária, Fabiana Galvão (Patri) e o segundo secretário, Lourenço José da Silva (PL), conforme documento divulgados pelo site Rio Pardo News.

Conforme a justificativa apresentada para criação da proposta, desde 2012 não o salário destes servidores públicos não tem reajuste. Em 2016, a Câmara tentou aumentar, mas devido a ações populares, o projeto foi arquivado. A Mesa ainda diz que se fosse levado em conta a inflação, o salário do vereador subiria para R$ 8.565,48, mais de 45% de reajuste.

Atualmente, o prefeito Paulo Tucura (DEM), recebe R$ 15.563,05. O vice-prefeito, Luiz Carlos Dutra (PDT), ganha R$ 7.781,52. São onze vereadores e cada um recebe R$ 5.900,00. 

São oito secretários municipais, um procurador jurídico e um coordenador de comunicação. Segundo o projeto, todos eles terão direito ao reajuste também. A proposta segue para as comissões, antes de ir ao plenário para votação. A próxima sessão está marcada para segunda-feira, 15 de outubro, às 19h.

Jornal Midiamax