Política

‘Bolsonaro é amado e foi eleito por ser politicamente incorreto’, afirma Trutis

Durante participação no programa Midiamax Entrevista desta segunda-feira (29), o deputado federal sul-mato-grossense Loester Trutis (PSL) afirmou que o presidente Jair Bolsonaro (PSL) é amado pelos brasileiros e foi eleito em 2018 para comandar o país por ser politicamente incorreto em seus discursos, falando verdades. Trutis foi o convidado dessa semana do Jornal Midiamax e […]

Nyelder Rodrigues Publicado em 29/07/2019, às 13h46 - Atualizado em 30/07/2019, às 08h22

None

Durante participação no programa Midiamax Entrevista desta segunda-feira (29), o deputado federal sul-mato-grossense Loester Trutis (PSL) afirmou que o presidente Jair Bolsonaro (PSL) é amado pelos brasileiros e foi eleito em 2018 para comandar o país por ser politicamente incorreto em seus discursos, falando verdades.

Trutis foi o convidado dessa semana do Jornal Midiamax e conversou com nossa equipe e leitores que enviaram perguntas por 35 minutos. O vídeo da entrevista, na íntegra, pode ser conferida ao final desta matéria.

“O presidente Bolsonaro causa desconforto nas pessoas porque a gente ficou mais de 35 anos acostumado a ouvir mentiras”, opina Trutis, afirmando ainda que o comportamento do chefe do Executivo reservadamente é o mesmo que em público.

Para exemplificar, o deputado ainda relembrou o entrevero que teve com o vereador campo-grandense Delegado Wellington (PSDB). “Se eu tivesse visto ele e falado [pessoalmente] tudo o que eu disse nas redes sociais, ele como policial, como homem, duvido que teria ficado ofendido. Ele ficou ofendido porque falei no Twitter”.

Já sobre a polêmica que Bolsonaro se envolveu nesta segunda, afirmando ao presidente da OAB (Ordem dos Advogados do Brasil), Felipe Santa Cruz, que sabia onde estava seu pai, desaparecido durante o período do Regime Militar, Trutis minimizou a situação e ainda a classificou como apenas uma “tiradinha”.

“Se o Bolsonaro tivesse dado essa tiradinha no presidente da OAB em uma mesa, duvido que ele também teria ficado ofendido. Mas como foi em público, as pessoas ficam constrangidas em nome do politicamente correto”, frisa o deputado, que completa.

“Bolsonaro é amado e foi eleito por ele ser politicamente incorreto. Ele vai falar a verdade e vai se expressar, do jeito que o eleitor gostaria de ouvir”, finaliza o parlamentar federal peesselista, eleito em 2018 com 56.339 votos, o sexto mais escolhido para o cargo nas urnas em Mato Grosso do Sul.

Jornal Midiamax