Política

Nelsinho diz que juiz deve ser imparcial ao comentar mensagens de Moro e Deltan

O senador sul-mato-grossense Nelsinho Trad (PSD) afirmou nesta segunda-feira (10) que é necessário imparcialidade para que um juiz atue, ao comentar o vazamento de mensagens trocadas entre o ex-juiz da Lava Jato, Sérgio Moro, e o procurador Deltan Dallagnol. “Eu entendo que para um juízo ser formado, deve-se ter total imparcialidade, porque quando se observa […]

Nyelder Rodrigues Publicado em 10/06/2019, às 18h48 - Atualizado em 11/06/2019, às 08h02

Senador Nelsinho Trad | Foto: Marcos Oliveira | Agência Senado
Senador Nelsinho Trad | Foto: Marcos Oliveira | Agência Senado - Senador Nelsinho Trad | Foto: Marcos Oliveira | Agência Senado

O senador sul-mato-grossense Nelsinho Trad (PSD) afirmou nesta segunda-feira (10) que é necessário imparcialidade para que um juiz atue, ao comentar o vazamento de mensagens trocadas entre o ex-juiz da Lava Jato, Sérgio Moro, e o procurador Deltan Dallagnol.

“Eu entendo que para um juízo ser formado, deve-se ter total imparcialidade, porque quando se observa ações para prejudicar ou favorecer este ou aquele, não me parece Justiça”, destaca o parlamentar.

A situação envolvendo o atual ministro da Justiça e o procurador do MPF (Ministério Público Federal) foi revelada neste domingo (9) pelo site Intercept Brasil, que publicou troca de mensagens atribuídas aos dois, pelo aplicativo Telegram.

Na época, tanto Moro quanto Deltan integravam a operação Lava Jato, que condenou o ex-presidente Lula à prisão. A conversa conta com diálogos sobre os rumos da investigação e postagens do procurador com dúvidas sobre qual o melhor caminho para o processo.

Jornal Midiamax