Política

Uma das campeãs em reclamações, Uniderp será alvo de audiência pública na Câmara

Universidade está entre as cinco instituições de ensino com mais denúncias

Mylena Rocha Publicado em 20/03/2018, às 13h29

None

Universidade está entre as cinco instituições de ensino com mais denúncias

Após denúncias sobre as cobranças indevidas por parte da Uniderp-Anhanguera, a Câmara Municipal de Campo Grande fará uma audiência pública no dia 6 de abril para tratar da situação. O principal motivo de queixas apresentadas pelos alunos é cobrança indevida e abusiva, com 318 denúncias no Procon Estadual em pouco mais de um ano, a universidade já é a 5ª instituição com mais denúncias no órgão.

A audiência será promovida pela Comissão Permanente de Defesa do Consumidor da Câmara Municipal. O presidente da Comissão, o vereador Papy (SD), usou a tribuna na manhã desta terça-feira (20) para assegurar a realização da audiência. O vereador afirma que após a publicação de denúncia  pelo Jornal Midiamax, uma pesquisa foi feita no mesmo dia junto aos acadêmicos para verificar se não seriam casos isolados. “Foi assustador a quantidade de alunos com o problema”, afirma. A audiência será realizada espeficicamente sobre denúncias conta a Uniderp-Anhanguera devido à procura de acadêmicos. Após inúmeras reclamações no Procon, os alunos decidiram levar as denúncias à Câmara Municipal.Uma das campeãs em reclamações, Uniderp será alvo de audiência pública na Câmara

Já foram realizadas duas reuniões a respeito das cobranças feitas pela universidade e às 7h do dia 6 de abril deve acontecer uma passeada dos acadêmicos da Uniderp-Anhanguera até a Câmara, onde será realizada a audiência às 9h. De acordo com o presidente da Comissão, irão participar membros do Ministério Público, do Procon, da OAB (Ordem dos Advogados do Brasil), da Defensoria Pública, o reitor e os acadêmicos da universidade.

Denúncias

Das 1,1 mil reclamações registradas no Procon, em 2017, contra instituições de ensino no órgão, quase metade delas foi direcionada à Uniderp na unidade da avenida Ceará, somando 544 atendimentos no período em questão.

Conforme dados estatísticos do Procon, a unidade chegou a 13ª posição no ranking de instituições de ensino com maior número de reclamações dos consumidores em 2017. Nos três primeiros meses de 2018, o órgão de Defesa do Consumidor já registrou 163 atendimentos em desfavor da universidade, o que a coloca na 5ª posição no ranking geral de instituições de ensino.

Jornal Midiamax