Política

Reinaldo lança Caravana com foco em alunos e nega caráter eleitoral

Programa vai distribuir óculos e equipamentos auditivos gratuitos

Joaquim Padilha Publicado em 11/04/2018, às 15h32

None

Programa vai distribuir óculos e equipamentos auditivos gratuitos

Com foco em atender alunos entre sete a doze anos da rede pública estadual e municipal de ensino de Mato Grosso do Sul, o governador do Estado lançou na manhã desta quarta-feira (11) a nova etapa do programa Caravana da Saúde.

O programa deve atender 166 mil alunos em todo o Estado para detectar problemas de audição e visão em uma primeira etapa. Em junho, será realizada a “Semana D” da Caravana, quando serão entregues óculos, equipamentos auditivos e exames mais complexos aos alunos, entre os dias 16 e 24.

A ação foi programada para quatro meses antes das eleições, que ocorrem em outubro. Pré-candidato à reeleição, o governador negou ao ser questionado se a entrega dos itens não abriria uma interpretação de que a Caravana teria fins eleitorais.

“A Caravana é uma ação de saúde que foi iniciada em 2015 e teve continuidade, e ela vai ficar até o final do nosso governo”, disse Reinaldo. “A Caravana nunca parou, as pessoas ainda fazem exames nos hospitais, elas podem enxergar de qualquer forma isso”.

Segundo Azambuja, desde o início do programa, em 2015, mais de 54 mil cirurgias para pacientes na fila de espera no Estado já foram realizadas – alguns deles no aguardo há mais de 20 anos. A expectativa é de mais 30 mil procedimentos até o fim do ano.Reinaldo lança Caravana com foco em alunos e nega caráter eleitoral

Caravana tem início na Capital

Durante os primeiros dois meses, a expectativa do governo com a Caravana é que sejam atendidas 42 mil na crianças na Capital e 53 mil crianças em toda microrregião de Campo Grande, que envolve municípios próximos. Depois, a região de Dourados será atendida.

Segundo Azambuja, o foco em alunos foi definido depois de estudos terem apontado que 15% a 20% dos casos de evasão escolar em Mato Grosso do Sul são causados por problemas de visão e audição dos alunos.

Na primeira etapa do programa, serão firmados convênios do governo do Estado com os municípios atendidos. Será feita a triagem dos alunos, para encaminhamento daqueles que deverão ser atendidos com a entrega de óculos e equipamentos auditivos na “Semana D”.

Ao todo, deverão ser investidos R$ 23 milhões de recursos do governo estadual na Caravana em todo Estado. Os municípios ficam responsáveis pela a organização dos espaços para atendimento e pela autorização dos pais dos alunos.  

(matéria editada às 8h01 do dia 13/04 para correção de informações a pedido da assessoria de comunicação do governo do Estado)

Jornal Midiamax