Política

Puccinelli já lista 11 partidos aliados com o DEM entre eles, revela deputado

A cúpula do MDB teria se reunido no gabinete do senador Waldemir Moka no início desta semana, e  recebido do presidente regional da legenda e pré-candidato ao governo, André Puccinelli, uma relação de partidos aliados, entre eles o Democratas. “Segundo ele (André) tem em torno de 11 partidos. O DEM está nessa lista”, revelou o […]

Ludyney Moura Publicado em 18/07/2018, às 12h46 - Atualizado em 19/07/2018, às 10h50

MDB conta com apoio do DEM em chapa majoritária (Foto: Reprodução/Facebook)
MDB conta com apoio do DEM em chapa majoritária (Foto: Reprodução/Facebook) - MDB conta com apoio do DEM em chapa majoritária (Foto: Reprodução/Facebook)

A cúpula do MDB teria se reunido no gabinete do senador Waldemir Moka no início desta semana, e  recebido do presidente regional da legenda e pré-candidato ao governo, André Puccinelli, uma relação de partidos aliados, entre eles o Democratas.

“Segundo ele (André) tem em torno de 11 partidos. O DEM está nessa lista”, revelou o deputado estadual Renato Câmara, que participou do encontro e é pré-candidato à reeleição pelo MDB.

Para formalizar o convite para o DEM, o MDB já enviou até mesmo uma carta ao potencial aliado, e agora acompanha de perto as tratativas dos democratas em Mato Grosso do Sul.

“Nessa semana estão fechando alianças. Tem muito boas perspectivas, mas não tem como adiantar nada enquanto todo mundo não bater o martelo. Mas, provavelmente (teremos) um bom número de partidos aliados, provavelmente com o DEM também”, frisou a deputada estadual Antonieta Amorim, também pré-candidata à reeleição.

A parlamentar destacou que o emedebistas possuem muitos ‘amigos’ entre os democratas, citando os deputados federais Luiz Henrique Mandetta e Tereza Cristina, e afirmou que o histórico de gestão do ex-governador pode ser um fator na definição da aliança.

“O futuro governador têm atuação muito forte em Brasília, com muitos amigos em muitos partidos. São ligações de respeito por conta do excelente trabalho como prefeito, como governador. Uma credibilidade que ele conquistou”, finalizou Antonieta.

Moka negou que o encontro político, disse apenas que os deputados estaduais foram ‘hipotecar’ apoio à sua campanha de reeleição, e preferiu não comentar sobre eventual aliança com o DEM.

Jornal Midiamax