Política

Prefeitura decreta luto de três dias por morte de Rosemary, esposa de João Rocha

Rosemary lutava há mais de 10 anos contra câncer

Aliny Mary Dias Publicado em 14/05/2018, às 16h48 - Atualizado em 19/07/2020, às 20h10

Rosemary e João Rocha. (Foto: Divulgação/CMCG)
Rosemary e João Rocha. (Foto: Divulgação/CMCG) - Rosemary e João Rocha. (Foto: Divulgação/CMCG)

A prefeitura de Campo Grande decretou luto oficial de três dias pela morte de Rosemary Costa da Rocha, esposa do vereador e presidente da Câmara da Capital, João Rocha (PSDB). A Casa de Leis também decretou luto pela morte.

O decreto de luto assinado pelo prefeito Marquinhos Trad (PSD) foi publicado em edição extra do Diogrande (Diário Oficial de Campo Grande), desta segunda-feira (14).

Segundo a publicação, em sinal de luto, as bandeiras no Paço Municipal ficarão hasteadas a meio mastro.

Morte

Rosemary morreu na noite do domingo (13),  ela lutava há mais de 10 anos contra um câncer, e deixa três filhos e quatro netos. Era graduada em Administração pela FUCMAT (Faculdades Unidas Católicas de Mato Grosso), em 1980, e Educação Física pela UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul). Iniciou no Clube Rocha a modalidade de Ginástica Artística em 1984.

Foi fundadora, em 1992, da Federação de Ginástica de Mato Grosso do Sul, sendo presidente em vários ciclos.

Também foi professora na rede municipal de ensino. Atuou como técnica da seleção feminina de Ginástica Artística do Estado por vários anos. Atuou também como Coordenadora Técnica do Centro de Formação de Atletas de Ginástica da Prefeitura desde 2009, além de participar da formação de diversos profissionais da modalidade.

Casada com João Rocha há 40 anos, Rose, como era popularmente conhecida, era mãe de três filhos e avó de quatro netos, tinha 61 anos e nasceu na cidade de Mandaguari, no Paraná, mudando-se para Campo Grande em 1972.

Jornal Midiamax