Política

Prefeito sanciona reajuste de 3,04% e abonos para cinco categorias de servidores

O prefeito de Campo Grande, Marquinhos Trad (PSD), sancionou nesta terça-feira (24) os projetos de lei que tratam do reajuste salarial de cinco categorias de servidores da Prefeitura. Todos as categorias terão reajuste de 3,04%, com efeitos retroativos a contar de 1º de maio. Além dos reajustes no vencimento-base, as leis trazem ainda abonos, incorporações […]

Joaquim Padilha Publicado em 24/07/2018, às 08h03 - Atualizado às 09h01

None
Prefeito sanciona reajuste de 3,04% e abonos para cinco categorias de servidores
Prefeito sancionou quatorze projetos de lei nesta terça (Arquivo/Midiamax)

O prefeito de Campo Grande, Marquinhos Trad (PSD), sancionou nesta terça-feira (24) os projetos de lei que tratam do reajuste salarial de cinco categorias de servidores da Prefeitura. Todos as categorias terão reajuste de 3,04%, com efeitos retroativos a contar de 1º de maio.

Além dos reajustes no vencimento-base, as leis trazem ainda abonos, incorporações e gratificações para as categorias dos odontólogos, dos guardas municipais, dos arquitetos e engenheiros, dos enfermeiros, e dos profissionais de nível superior da referência 14-B.

Os projetos foram votados na Câmara no último dia 12 de julho, quando ocorreu a última sessão na Casa antes do recesso parlamentar, que teve início na última terça-feira (17). Ao todo, quatorze projetos de lei foram sancionados nesta terça-feira.

Confira abaixo como ficarão os abonos, incorporações e gratificações para cada categoria, conforme os projetos de lei:

Odontólogos – Além do reajuste, odontólogos da Prefeitura com carga horária de 20h terão R$ 250 de gratificação, enquanto os de carga horária de 40h terão incorporação ao vencimento-base de R$ 1.070, ao longo de dez parcelas, a contar a partir de agosto.

Guardas Municipais – Os guardas municipais da Prefeitura terão, além do reajuste, um aumento de 5% no vale-alimentação, e novo Plano de Cargos e Carreiras em um prazo de 180 dias, com previsão de adicional de fiscalização de trânsito e abono para administrativos.

Engenheiros e Arquitetos – A categoria dos engenheiros e arquitetos do município terá também uma incorporação de abono salarial, sendo 15% de forma imediata e os 85% restantes incorporados em 24 parcelas, a contar a partir de maio.

Enfermeiros, auxiliares e técnicos de enfermagem – Enfermeiros e auxiliares de enfermagem da Prefeitura terão, além do reajuste, incorporação de 25% da produtividade SUS atualmente recebidos. Já técnicos de enfermagem terão incorporação integral do abono em 12 parcelas a partir de agosto, e criação de produtividade SUS no valor de R$ 150, que aumentará para R$ 200 em dezembro.

Referência 14-B – A referência 14-B é composta por servidores com ensino superior da Prefeitura que não possuem sindicato próprio. Esses profissionais terão, além do reajuste de 3,04%, incorporação imediata de 20% do abono e dos 80% restantes em 20 vezes, a contar de maio.

Para consultar os projetos de lei, acesse o Diogrande, clicando aqui.

Jornal Midiamax