Política

Prefeito lança implantação da rede de esgoto para asfaltar Santa Luzia

Serão asfaltadas 23 ruas, numa extensão de 10,4 km

Richelieu Pereira Publicado em 30/05/2018, às 07h30 - Atualizado às 07h33

Marquinhos Trad durante retomada das obras no Nova Lima.
Marquinhos Trad durante retomada das obras no Nova Lima. - Marquinhos Trad durante retomada das obras no Nova Lima.

Com 80% dos 6 quilômetros da rede drenagem prevista já implantados, a Prefeitura de Campo Grande planeja iniciar em até 45 dias a pavimentação da Vila Santa Luzia etapa A, projeto que integra o Complexo Vila Nasser.

Nesta quarta-feira (30), às 9 h, o prefeito Marquinhos Trad (PSD) e a Águas Guariroba lançam a implantação de 20.650 quilômetros de esgoto, com 1.527 ligações, investimento de R$ 5 milhões. Serão asfaltadas 23 ruas, numa extensão de 10,4 quilômetros, e recapeamento de mais 4 quilômetros.

Segundo a Secretaria de Infraestrutura e Serviços Públicos, a medida que o serviço da concessionária avance, começa o asfaltamento, que só pode ser feito nas ruas onde haja rede de esgoto.

A obra do Santa Luzia foi iniciada em outubro do ano passado, mas seu andamento foi desacelerado porque a Água Guariroba interrompeu a expansão da rede de esgoto, depois que o Tribunal de Contas suspendeu o contrato que prorrogava por mais 30 anos a concessão.

Mês passado os conselheiros mantiveram um dos aditivos (de prorrogação por mais 18 anos), deixando pendente o outro, de mais 12 anos. Com isto, a Agência Municipal de Regulação de Serviços Públicos, determinou a retomada da expansão da rede no Bairro Nova Lima e no Santa Luzia, onde estão em andamentos obras do PAC Pavimentação.

Neste período de quase 8 meses de interrupção da rede de esgoto, a obra no Santa Luzia não foi interrompida, pois a empreiteira continuou fazendo a drenagem. Foi concluído também o licenciamento ambiental da bacia de retenção projetada para a Rua Santa Efigênia. O piscinão será construído em uma área de 5 mil metros quadrados, com capacidade para reter 10 mil metros cúbicos de águas pluviais.

Esta estrutura vai reter a enxurrada que desce da parte alta do Santa Luzia e Vila Nasser. Deste ponto, escoará pela rede existente até a Avenida Miguel Vieira, onde foi feita a travessia antes de desembocar no Córrego Imbirussu.

A pavimentação do Santa Luzia (que terá ainda uma segunda a ser licitada) é uma obra reivindicada há mais de 30 anos pela comunidade. O investimento previsto é de R$ 15 milhões, sendo R$ 13.727273,33 de recursos de um financiamento contratado em 2014 junto à Caixa Econômica Federal (PAC –Pavimentação), e uma contrapartida de R$ 1.290.639.31, R$ 600 mil viabilizados em parceria da Prefeitura com o Governo do Estado.

Ruas que serão pavimentadas

Nesta etapa das obras de pavimentação e drenagem do Santa Luzia serão asfaltadas a seguintes ruas: Avenida Hélio Martins Coelho, Rua Adolfho Pereira Barbosa, Flávio Pedra, Jobe de Matos, Marcilio Cardoso, Santa Ana, Santa Bernardete, Santa Cristina, Santa Efigênia, Santa Emília, Santa Gertrudes, Santa Isabel II, Santa Madalena, Santa Maria, Santa Mônica, Santo Agostinho, Santo Anastácio, Santo André, Santo Onofre, São Benedito, São Carlos, São Gregório e São Joaquim.

*Com assessoria

Jornal Midiamax