Política

Para Vander, decisão de STF contra Lula não seguiu a Constituição

Petista diz que ex-presidente deveria se defender até última instância

Joaquim Padilha Publicado em 05/04/2018, às 13h46

None

Petista diz que ex-presidente deveria se defender até última instância

Representante do Estado no Congresso, o deputado federal Vander Loubet (PT) declarou na manhã desta quinta-feira (5) que o STF (Supremo Tribunal Federal) não seguiu a Constituição ao negar o habeas corpus do ex-presidente Lula (PT).

“Minha posição é a mesma adotada pelo partido”, declarou Loubet, em referência à nota oficial lançada pelo PT na madrugada desta quinta-feira, em a sigla afirmou que se trata de um “dia tráfico para a democracia”.

“A Constituição Federal tem que ser soberana. É uma prerrogativa constitucional o direito de todo cidadão poder se defender em liberdade até a última instância”, disse o deputado.

“Isso infelizmente não foi seguido pela maioria do STF”, complementou, em declaração via sua assessoria. No julgamento da Suprema Corte, seis ministros votaram contra o habeas corpus, e cinco a favor.Para Vander, decisão de STF contra Lula não seguiu a Constituição

Apesar da decisão contra o habeas corpus, Lula não deve ser preso de imeadiato. A prisão depende de um mandado a ser expedido pelo juiz da 13ª Vara Federal de Curitiba, Sérgio Moro, autor da sentença que condenou Lula.

O ex-presidente foi condenado a 12 anos de prisão, por conta do processo que envolve o triplex do Guarujá, em São Paulo. O petista é acusado de receber o apartamento como forma de propina paga por empreiteiras.

Jornal Midiamax