Política

Nove seções do Indubrasil registram movimento tranquilo e quase 100 ‘migrantes’

Nas noves seções eleitorais do Indubrasil, distrito industrial na saída para Terenos, quase 2,2 mil dos 2.946 eleitores que votam no local já compareceram às urnas neste domingo (7). Quase brasileiros que estão ‘fora de casa’ também justificaram voto nos colégios da região. O caminhoneiro Roberto Caetano, de 43 anos, disse que está a trabalho […]

Ludyney Moura Publicado em 07/10/2018, às 14h28 - Atualizado às 14h32

(Fotos: Marcos Ermínio)
(Fotos: Marcos Ermínio) - (Fotos: Marcos Ermínio)
Nove seções do Indubrasil registram movimento tranquilo e quase 100 ‘migrantes’
(Fotos: Marcos Ermínio)

Nas noves seções eleitorais do Indubrasil, distrito industrial na saída para Terenos, quase 2,2 mil dos 2.946 eleitores que votam no local já compareceram às urnas neste domingo (7). Quase brasileiros que estão ‘fora de casa’ também justificaram voto nos colégios da região.

O caminhoneiro Roberto Caetano, de 43 anos, disse que está a trabalho em Campo Grande, onde chegou, vindo de São Paulo, neste domingo trazendo uma carga de alimento. Ele contou que só ficou sabendo ontem, sábado (6), que poderia votar para presidente ‘em trânsito’, e por isso apenas justificou o voto.

O alagoano e soldador José Ailton, de 40 anos, também está em Mato Grosso do Sul apenas a trabalho. Ele também não sabia que poderia votar em trânsito, justificou sua ausência de seu domicilio eleitoral, e adiantou que pretendia anular o voto nestas eleições.

Nove seções do Indubrasil registram movimento tranquilo e quase 100 ‘migrantes’
José Ailton, o filho e o sobrinho justificaram o voto no Indubrasil

Fiscais ouvidos pela reportagem do Jornal Midiamax apontaram que desde cedo a votação foi tranquila. Poucas filas na manhã deste domingo, e logo após o almoço as seções eleitorais praticamente não registravam filas.

Apenas uma urna de uma seção teria apresentado problemas, no começo da manhã, ao anular votos para presidente. O fiscal da seção afirmou que a falha foi sanada sem necessidade de substituição de urnas.

Jornal Midiamax