Política

Na Câmara, Pedrossian pede urgência em projetos, como o que reajusta salário de servidores

Antes do início da sessão desta terça-feira (30) na Câmara de Campo Grande, o secretário municipal de finanças, Pedro Pedrossian Neto, se reuniu a portas fechadas com os vereadores, para pedir celeridade na tramitação de projetos de interesse do Executivo. Na pauta do encontro três projetos que devem ser analisados ainda na sessão de hoje. […]

Ludyney Moura Publicado em 30/10/2018, às 11h00

None

Na Câmara, Pedrossian pede urgência em projetos, como o que reajusta salário de servidoresAntes do início da sessão desta terça-feira (30) na Câmara de Campo Grande, o secretário municipal de finanças, Pedro Pedrossian Neto, se reuniu a portas fechadas com os vereadores, para pedir celeridade na tramitação de projetos de interesse do Executivo.

Na pauta do encontro três projetos que devem ser analisados ainda na sessão de hoje. Entre eles está a proposta que reajusta salários dos auditores de serviços de saúde, servidores lotados na Sesau (Secretaria Municipal de Saúde).

De acordo com Pedrossian, o pedido da categoria era por equiparar os vencimentos ao salário dos médicos. “Não haverá essa equiparação, mas vai chegar próximo. E vai acontecer de forma escalonada”, explicou secretário.

Outro projeto que deve tramitar em regime de urgência é que faz com que a Prefeitura aceita a transferência de imóveis como forma de pagamento de dívidas de contribuintes com o município.

Por fim, Neto pediu celeridade aos vereadores na proposta de suplementação de quase R$ 100 milhões, já que o Executivo ultrapassou o limite de 5% e remanejamento do orçamento agora depende de autorização do legislativo.

“Não tem jabuti. São coisas normais”, afirmou Pedrossian. Segundo ele, o dinheiro da suplementação será usado para pagamento de dívidas e investimentos, como aquisição de kits escolares para 2019, construção de cinco UBSFs (Unidades Básicas de Saúde da Família), além da reforma de outras seis unidades e do CEM (Centro de Especialidades Médicas).

Jornal Midiamax