Política

Mesmo com apoio a Odilon, Podemos não descarta candidatura ao Governo

"Novidade" poderia surgir, diz Álvaro Dias

Richelieu Pereira Publicado em 19/03/2018, às 15h04

None

“Novidade” poderia surgir, diz Álvaro Dias

Pré-candidato à Presidência de República, o senador Álvaro Dias (Podemos) está em Campo Grande para dar visibilidade ao partido em Mato Grosso do Sul. Na manhã desta segunda-feira (19), o ex-governador do Paraná disse que autorizou o apoio do diretório regional a Odilon de Oliveira, que é do mesmo partido de Ciro Gomes, postulante ao Planalto pelo PDT, mas não descarta candidato próprio.

De acordo com Álvaro Dias, as coligações regionais precisam passar pela homologação da direção nacional do partido e, no Estado, houve a consulta para o apoio à pré-candidatura ao Governo de Odilon. “É a aliança que mais se adapta a nossa proposta”, justifica o senador. “Concordamos que o partido aqui busque seu caminho e o caminho buscado é esse”.

No entanto, como ainda restam alguns dias para término do prazo de filiações partidárias, Dias não descarta o surgimento de alguma “novidade” para comandar o partido. “Se o Podemos filiar algum candidato ao Governo, ele pode ter um candidato próprio; mas até este momento nós não temos nenhum pretendente ao Governo de Mato Grosso do Sul”, afirmou.Mesmo com apoio a Odilon, Podemos não descarta candidatura ao Governo

Caso o apoio a Odilon seja mantido, o senador paranaense diz que “não há nenhum problema” que o PDT também esteja na disputa pela Presidência, pois acredita que as eleições deste ano serão “suprapartidárias”, com os eleitores priorizando uma relação direta com os candidatos em detrimento aos partidos.

Ainda nesta segunda, Álvaro Dias participa da filiação oficial do ex-presidente da Acrissul (Associação dos Criadores de Mato Grosso do Sul), Chico Maia, pré-candidato ao Senado pelo Podemos. O evento ocorre às 19h, na sede da Associação na Capital.

Jornal Midiamax