Política

MDB terá semana decisiva para resolver racha e definir apoio a Odilon

Após anúncio de apoio oficial à candidatura do PDT ao governo do Estado, o MDB ainda não definiu como vai atuar na disputa entre o agora aliado Odilon de Oliveira e o governador Reinaldo Azambuja, que tenta a reeleição pelo PSDB. “As conversas vão avançando e (uma definição) deve acontecer nessa semana”, limitou-se a dizer […]

Ludyney Moura Publicado em 14/10/2018, às 13h54 - Atualizado em 15/10/2018, às 10h42

Emedebistas surpreenderam ao anunciar apoio ao PDT (Foto: Minamar Júnior)
Emedebistas surpreenderam ao anunciar apoio ao PDT (Foto: Minamar Júnior) - Emedebistas surpreenderam ao anunciar apoio ao PDT (Foto: Minamar Júnior)
MDB terá semana decisiva para resolver racha e definir apoio a Odilon
Emedebistas surpreenderam ao anunciar apoio ao PDT (Foto: Minamar Júnior)

Após anúncio de apoio oficial à candidatura do PDT ao governo do Estado, o MDB ainda não definiu como vai atuar na disputa entre o agora aliado Odilon de Oliveira e o governador Reinaldo Azambuja, que tenta a reeleição pelo PSDB.

“As conversas vão avançando e (uma definição) deve acontecer nessa semana”, limitou-se a dizer o deputado estadual Júnior Mochi, que disputou pelo MDB, no 1º turno, o governo estadual.

O emedebista teve pouco mais de 150 mil votos, e chegou a vencer em importantes cidades da região Norte de Mato Grosso do Sul, como Coxim, São Gabriel do Oeste e Sonora (ao todo ele obteve mais votos que os demais em 7 municípios).

Mochi negou que a chegada do MDB na campanha de Odilon tenha causado rusgas entre os aliados. Segundo ele, o partido apenas acatou desejo da maioria em apoiar o PDT, e ainda mantém tratativas de como se dará o ‘encaminhamento formal’.

Ontem, sábado (14), o deputado federal Dagoberto Nogueira, reeleito pelo PDT, revelou que ‘pessoas ligadas a Odilon’ estariam ‘criando problemas’, logo após a definição de mudança na coordenação da campanha.

Jornal Midiamax