Política

Lula lidera disputa presidencial seguido por Jair Bolsonaro e Marina Silva, afirma Datafolha

Eleitores sem candidato chegam a 34% dos pesquisados

Tábata Rauschkolb Publicado em 10/06/2018, às 09h22 - Atualizado às 09h22

(Foto: Divulgação/TSE)
(Foto: Divulgação/TSE) - (Foto: Divulgação/TSE)

Uma pesquisa do Instituto Datafolha divulgada neste domingo (10) aponta as intenções de voto para a disputa presidencial de 2018.

Foram entrevistadas 2.824 pessoas entre 6 e 7 de junho, em 174 municípios do país. A margem de erro é de dois pontos percentuais para mais ou para menos.

Na pesquisa foram cogitados 4 cenários:

1º – Com Lula candidato

Se Lula (PT) fosse candidato à eleição presidencial, ele teria hoje 30% das intenções de voto. Já Jair Bolsonaro (PSL) apareceria logo atrás com 17% das intenções, seguido por Marina Silva (Rede) com 10%.

Geraldo Alckmin (PSDB) e Ciro Gomes (PDT) estariam empatados com 6% das intenções de voto.

Eleitores sem candidato chegam a 21% nesse cenário

2º –  PT com Fernando Haddad

Se o PT lançasse a candidatura de Fernando Haddad à presidência, Jair Bolsonaro sairia a frente das pesquisas com 17% das intenções de voto. Já Marina Silva alcançaria 15%.

Ciro Gomes chegaria à 10% das intenções de voto, seguido por Geraldo Alckmin com 7%.

Álvaro Dias (Podemos) alcançaria 4% e Fernando Haddad 1% dos votos.

Eleitores sem candidato chegam a 33% nesse cenário

3º – PT com Jaques Wagner

Se o PT lançasse Jaques Wagner como candidato, Jair Bolsonaro alcançaria 19% dos votos, seguido por Marina Silva com 14% e Ciro Gomes com 10% dos votos.

Já Geraldo Alckmin teria 7% das intenções de votos seguido por Álvaro Dias com 4%. Jaques Wagner alcançaria 1% dos votos.

Eleitores sem candidato chegam a 33% nesse cenário

4º – PT fora da eleição

Com o PT ficasse de fora das eleições presidenciais, Jair Bolsonaro sairia na frente com 19% das intenções, seguido por Marina Silva com 15% e por Ciro Gomes com 11%.

Geraldo Alckmin chegaria a 7% e Álvaro Dias a 4% .

Eleitores sem candidato chegam a 34% nesse cenário

Jornal Midiamax