Política

Diferente do primeiro turno, votação na maior zona eleitoral da Capital está tranquila

A Escola Municipal Padre Tomaz Ghirardelli, localizada no Parque do Lageado é a maior zona eleitoral de Campo Grande, onde devem passar 8 mil eleitores neste domingo (28). Em relação a eleição passada que foi marcada pela desorganização, o colégio abriu os portões minutos antes do início da votação para que as pessoas pudessem se […]

Vinícius Costa Publicado em 28/10/2018, às 09h27

(Foto: Marcos Ermínio)
(Foto: Marcos Ermínio) - (Foto: Marcos Ermínio)

A Escola Municipal Padre Tomaz Ghirardelli, localizada no Parque do Lageado é a maior zona eleitoral de Campo Grande, onde devem passar 8 mil eleitores neste domingo (28). Em relação a eleição passada que foi marcada pela desorganização, o colégio abriu os portões minutos antes do início da votação para que as pessoas pudessem se organizar.

Chegando cedo na fila, o senhor Aparecido Teodoro da Silva, aposentado de 73 anos, foi o primeiro a votar em sua seção e destacou que o ambiente estava mais tranquilo e o funcionamento estava rápido.

Diferente do primeiro turno, votação na maior zona eleitoral da Capital está tranquila
Aparecido de 73 anos foi o primeiro a votar em sua seção. (Foto: Marcos Ermínio)

Na votação anterior, Aparecido teve problemas com a biometria, alegando que as digitais “estavam desgastadas e eu tive que tentar com os dez dedos”. Agora neste segundo turno, a situação mudou e o aposentado afirma que a biometria passou na segunda tentativa.

Diferentemente do primeiro turno que eram seis candidatos, Aparecido destaca que a votação não foi tão demorada e que não durou um minuto, já que são apenas dois candidatos.

Em relação as pessoas que estão votando, o aposentado lembra que “nesse segundo turno, as pessoas estão mais indecisas”. Ele deseja que o país avance em relação aos últimos anos, porque segundo Aparecido, “até agora o país está andando de ré”.

Jornal Midiamax