Política

Deputado que tatuou nome de Temer agride professor em frente a câmera

Professor perguntou sobre tatuagem de deputado

Joaquim Padilha Publicado em 28/04/2018, às 11h05 - Atualizado em 03/05/2018, às 16h10

None

O deputado federal Wladimir Costa (SD) agrediu na última quinta-feira (28) um professor durante um evento em Jacundá, cidade do interior do Pará. Wladimir discursava durante a inauguração de um parque infantil, quando confrontou o professor.

“Você quer vir falar no microfone?” perguntou Wladimir, irritado com o professor que estava na plateia interrompendo seu discurso. “Você quer que eu vá levar o microfone para você, então vou levar”, disse o deputado.

Em seguida, o parlamentar deixa o palco e entra no meio da plateia, ovacionado pelos presentes. Ele pergunta qual é a reclamação do professor, que responde: “Me explica a tatuagem do Temer na tua bunda por favor”.

Wladimir então dá um soco no rosto do professor e rebate a ofensa. “Respeita a cara de homem, vagabundo. Homem safado apanha na cara. Se nunca apanhou na cara, apanhou agora”, declarou o deputado.

Em nota, o Sindicato dos Trabalhadores e Trabalhadoras em Educação Pública do Pará repudiou a agressão. “Nada mais constrangedor, paradoxal e repugnante a violência praticada por um personagem de mandato político federal investigado e cassado por corrupção”, diz trecho da nota.

Wladimir é conhecido pelas polêmicas na Câmara dos Deputados. O parlamentar ficou famoso após ter sido flagrado pedindo ‘nudes” em plenário. Mais recentemente, voltou aos holofotes depois de ter tatuado o nome de Temer em seu braço.

Assista abaixo o vídeo da agressão.

Jornal Midiamax