Política

DATAmax: Petista que teve 1% da intenção de votos avalia resultado como ‘bom sinal’

Amaducci está em Curitiba e fala sobre "furacão" depois da prisão de Lula

Aliny Mary Dias Publicado em 11/04/2018, às 17h12

None

Amaducci está em Curitiba e fala sobre “furacão” depois da prisão de Lula

Quinto colocado na primeira rodada de pesquisas de intenção de votos do Instituto DATAmax em 2018, Humberto Amaducci (PT), diz ter recebido com alegria os números mesmo em meio ao “furacão que estamos encarando a nível nacional”. O ex-prefeito de Mundo Novo apareceu com 1% da intenção dos votos dos campo-grandenses para o cargo de governador de Mato Grosso do Sul.

Ao Jornal Midiamax, Amaducci afirmou que está em Curitiba (PR) acompanhando os desdobramentos da prisão do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT). “Estou aqui em solidariedade ao Lula porque na nossa avaliação há um risco de não ter nem eleição em razão desses movimentos antidemocráticos”, disse.

Sobre os números da pesquisa DATAmax, o ex-prefeito de Mundo Novo disse que o resultado o motivo, já que vem de uma cidade com pouco mais de 80 mil habitantes, mas mesmo assim foi lembrando pelos eleitores campo-grandenses.

“É um sinal que temos que fortalecer nossa luta. Temos que ter clareza das nossas propostas, e nossa pré-campanha será voltada para o debate com outros candidatos considerados mais fortes, acredito que vamos conseguir fazer um grande debate”, completou.

Levantamento

Na pesquisa estimulada de intenção de voto, quando o entrevistador apresenta alternativas de candidatos ao eleitor, o ex-juiz federal Odilon de Oliveira (PDT) aparece em 1º com 25,4%, seguido de perto pelo governador Reinaldo Azambuja (PSDB), com 22,6% e pelo ex-governador André Puccinelli (MDB), em 3º, com 21,9%.

Como a margem de erros da pesquisa é 3,5%, os três primeiros colocados estão tecnicamente empatados, já que o percentual do pedetista pode oscilar entre 21,% a 28,9%, do tucano entre 19,1% a 26,1%, e do emedebista entre 17,9% a 24,9%.

DATAmax: Petista que teve 1% da intenção de votos avalia resultado como 'bom sinal'

Não sabe ou não responderam correspondem a 12,4%, brancos e nulos outros 2,6%, e ainda 10,3% não votariam em nenhum dos candidatos apresentados.

A pesquisa foi registrada na Justiça Eleitoral, tanto em âmbito estadual quanto federal, sob os números MS-09178/2018 e BR-08909/2018. Como já fez em eleições anteriores, o DATAmax disponibiliza as informações da pesquisa aos partidos políticos que manifestarem interesse nos dados.

O Instituto ouviu 804 eleitores entre os dias 5 a 8 de abril e a margem de confiança da pesquisa é de 95%.

Jornal Midiamax