Política

DATAmax: Nelsinho diz estar feliz com 2º lugar e mira ser o mais votado

Ex-prefeito considera natural alto índice de indecisos

Richelieu Pereira Publicado em 13/04/2018, às 13h54

None

Ex-prefeito considera natural alto índice de indecisos

Segundo mais lembrado pelo eleitor da Capital na pesquisa espontânea do Instituto DATAmax de intenção de voto ao Senado, o ex-prefeito de Campo Grande diz estar “feliz” com o resultado, mas diz que seu objetivo é chegar à eleições de outubro como primeiro colocado nas pesquisas.

“Como a gente está colocado entre os primeiros, a gente fica muito feliz com esse resultado, agradece aqueles que participaram e vamos empenhar nossos esforços para podermos melhorar e estar na primeira colocação”, disse Nelsinho ao Jornal Midiamax nesta sexta-feira (13).

Sobre o fato de a cada 100 eleitores, quase 95 não saberem em quem votar ou declararem que vão anular seu voto para senador, o ex-chefe do Executivo municipal acredita que isso é normal neste ponto da disputa.

“Toda pesquisa espontânea tem um alto índice de pessoas que não se manifestam. Isso é natural. Eu penso que com as candidaturas devidamente postas, isso só vai ser concretizado depois da Copa, o debate vai se acirrar mais e as pessoas vão participar mais”, avalia Trad.

Senado

Jornal Midiamax divulga nesta sexta-feira (13) o resultado da pesquisa espontânea, realizada pelo Instituto DATAmax, de intenção de voto do eleitor de Campo Grande para o cargo de Senador de República, que este ano terá duas vagas em disputa.

Pelo menos 16 possíveis candidatos foram lembrados na espontânea, quando o entrevistador apenas questiona, sem sugerir nomes, a opção de voto do eleitor.

Quem lidera, faltando pouco menos de seis meses para o pleito, a corrida para o Senado é o ex-governador e atual deputado federal, Zeca do PT, que tem 1% da intenção de voto do eleitor da Capital.

Em segundo está o ex-prefeito Nelsinho Trad (PTB), com 0,7%, em terceiro a senadora Simone Tebet (MDB), com 0,6% (ela não será candidata este ano pois ainda no meio do atual mandato).

O número de eleitores que não sabem em quem votar é de 82,6%, enquanto aqueles que declaram que votarão branco, nulo ou em ninguém somam 12,2%, perfazendo um total de 94,8%.

Nas duas últimas eleições, em 2014 e 2016, o DATAmax ‘cravou’ o resultado final das urnas. Foram entrevistados 804 eleitores em Campo Grande, entre os dias 5 a 8 de abril e a margem de confiança da pesquisa é de 95%, e a margem de erros é de 3,5% para mais ou para menos.

Jornal Midiamax