Política

Candidato ao governo, Bluma vota na Capital e lamenta tempo reduzido de campanha

Candidato pelo PV em coligação com a Rede, Marcelo Bluma chegou às 10h deste domingo (07) na Escola Paulo Freire, no Chácara Cachoeira, para votar e lamentou o tempo reduzido de campanha. “Acredito que prejudica a quem é candidato a cargo majoritário. Não dá tempo de visitar todo o Estado em campanha. Por isso, acredito […]

Evelin Cáceres Publicado em 07/10/2018, às 10h49 - Atualizado às 13h26

Foto: Minamar Júnior
Foto: Minamar Júnior - Foto: Minamar Júnior

Candidato pelo PV em coligação com a Rede, Marcelo Bluma chegou às 10h deste domingo (07) na Escola Paulo Freire, no Chácara Cachoeira, para votar e lamentou o tempo reduzido de campanha.

Candidato ao governo, Bluma vota na Capital e lamenta tempo reduzido de campanha
Marcelo Bluma chegou com a família (Foto: Marcos Ermínio)

“Acredito que prejudica a quem é candidato a cargo majoritário. Não dá tempo de visitar todo o Estado em campanha. Por isso, acredito que a minha votação mais expressiva vai ser em Campo Grande”. O candidato aguardou a votação na fila com o filho e a esposa e demorou cerca de 20 minutos entre a espera e a votação.

Aguardando um segundo turno para as eleições ao governo do Estado, Bluma disse que ainda vai discutir no partido se deve apoiar algum dos candidatos, caso não seja ele a ir para a disputa.

“Nas eleições de 2016 ficamos neutros. Mas parece que agora a tendência é realmente apoiar algum dos candidatos”.

Para Bluma, a campanha ter migrado para as redes sociais enfraqueceu o debate. “Na internet fica tudo muito no meme, no superficial. E na hora de ir para o confronto em um debate, por exemplo, os candidatos mostram quem são. Sem propostas, tudo muito superficial”, criticou.

Jornal Midiamax