Política

Câmara inicia limpeza da pauta de vetos do prefeito a projetos do Legislativo

Cinco propostas rejeitadas passam por análise nesta terça

Richelieu Pereira Publicado em 20/02/2018, às 11h04

None

Cinco propostas rejeitadas passam por análise nesta terça

Os vereadores da Câmara Municipal de Campo Grande analisam, na sessão desta terça-feira (20), cinco vetos totais do prefeito Marquinhos Trad (PSD) a projetos do Legislativo. De acordo com o presidente da Casa, João Rocha (PSDB), cerca de 15 vetos devem passar pelo crivo dos parlamentares nos próximos dias.

O primeiro é referente ao projeto de lei complementar 520/17, sobre a obrigatoriedade da utilização de madeira legalizada na Capital, proposto pelo vereador Ayrton Araújo (PT). Em seguida, será apreciado o veto total do Executivo ao projeto de lei n. 8.512/17, do vereador Delegado Wellington (PSDB), que autoriza a criação doFundo Municipal para Adequação Urbana de Acessibilidade.Câmara inicia limpeza da pauta de vetos do prefeito a projetos do Legislativo

Em plenário, os parlamentares ainda votam o veto ao projeto de lei n. 8.539/17, que estimula a agricultura urbana em Campo Grande. O projeto é de autoria dos vereadores Ademir Santana (PDT), João Rocha, Lívio Viana (PSDB) e Eduardo Romero (Rede).

E, também, o veto ao projeto de lei n. 8.542/17, dos vereadores Enfermeiro Fritz (PSD) e João César Mattogrosso (PSDB), que autoriza o Executivo a regulamentar a profissão de condutor de ambulância na Capital.

Por fim, será analisado o veto ao projeto de lei n. 8.618/17, que institui o Programa de Prevenção e Combate ao 2º Abandono, de autoria dos vereadores Júnior Longo (PSDB) e Wilson Sami (PMDB).

*Foto: Izaias Medeiros/CMCG

Jornal Midiamax