Política

Assembleia pedirá a Reinaldo lei para garantir incorporação de abono à educação

Terminou pouco antes das 11h da manhã desta terça-feira (3), a reunião de deputados estaduais com representantes da Fetems (Federação dos Trabalhadores em Educação de Mato Grosso do Sul), que foram à Assembleia pedir apoio dos parlamentares na tentativa de garantir incorporação do abono de R$ 200 no salário dos administrativos da educação. Após o encontro, […]

Ludyney Moura Publicado em 03/07/2018, às 11h12 - Atualizado às 16h38

Servidores lotaram plenário da Assembleia (Fotos: Marcos Ermínio)
Servidores lotaram plenário da Assembleia (Fotos: Marcos Ermínio) - Servidores lotaram plenário da Assembleia (Fotos: Marcos Ermínio)

Terminou pouco antes das 11h da manhã desta terça-feira (3), a reunião de deputados estaduais com representantes da Fetems (Federação dos Trabalhadores em Educação de Mato Grosso do Sul), que foram à Assembleia pedir apoio dos parlamentares na tentativa de garantir incorporação do abono de R$ 200 no salário dos administrativos da educação.

Após o encontro, que chegou a suspender a sessão de hoje, o deputado Pedro Kemp (PT) explicou que foi montada uma comissão, com cinco parlamentares, que deverá se reunir ainda nesta terça-feira com o governador Reinaldo Azambuja (PSDB) para tentar garantir o pleito dos servidores.Assembleia pedirá a Reinaldo lei para garantir incorporação de abono à educação

O petista explicou que os trabalhadores pediram que o governo cumpra um acordo firmado anteriormente, no qual a gestão Azambuja havia se comprometido a encaminhar à Assembleia um projeto de lei garantindo a incorporação do abono tão logo o Estado tivesse teto financeiro no gasto com pessoal.

“Existe uma boa votnade de todos  os deputados para que o projeto seja votado amanhã (quarta-feira, 4)”, explicou Kemp.

A presidente da Fetems, Sueli Veiga, argumentou que o governo de Reinaldo havia se comprometido a encaminhar projeto com incorporação de R$ 100 do abono em outubro de 2018, e outros R$ 100 em maio de 2019, o que não aconteceu. Segundo ela, a medida impactaria a folha do Estado em R$ 300 mil.Assembleia pedirá a Reinaldo lei para garantir incorporação de abono à educação

A comissão de deputados será formado pelo petista João Grandão, Paulo Siufi (MDB), Barbosinha (DEM), Rinaldo Modesto (PSDB) e Lídio Lopes (PEN).

Jornal Midiamax