Política

Após vídeo em apoio a Bolsonaro, Elizeu Dionizio vai para partido de esquerda

Ex-tucano chegou a negociar com o PSL

Richelieu Pereira Publicado em 29/03/2018, às 14h22

None

Ex-tucano chegou a negociar com o PSL

Antes de trocar o PSDB pelo PSB, o deputado federal Elizeu Dionizio tinha como possível destino o PSL, que tem como pré-candidato à Presidência da República o parlamentar carioca Jair Bolsonaro, conhecido por suas posições de extrema direita.

Como ambos possuem “afinidade política” e boa relação na Câmara Federal, o Partido Social Liberal era cotado como destino mais provável para o sul-mato-grossense. No entanto, Dionizio acabou por se filiar ao Partido Socialista Brasileiro, que tem como lema “Socialismo e Liberdade” e origem em um grupo denominado Esquerda Democrática.

A boa relação entre Elizeu e Bolsonaro chegou a ser divulgada em forma de apoio através de vídeo no Facebook, no qual o sul-mato-grossense repete o slogan do deputado federal carioca, que já se colocava na disputa pela presidência, em novembro do ano passado. “É melhor Jair se acostumando”, afirmou Dionizio.

“Apenas tirei fotos com o Jair, nunca afirmei que ele era meu candidato. Somos colegas de parlamento e com um bom relacionamento”, disse Elizeu, por meio da assessoria, nesta quinta-feira (29).

Nas eleições deste ano, o PSB pretende uma retomada às origens. Na apresentação da nova diretoria executiva do Rio de Janeiro, no início desta semana, além da presença do presidente nacional do partido, Carlos Siqueira, estavam diversos novos filiados, lideranças comunitárias e sindicais, além de “socialistas do Estado”, como classifica o site da legenda.

No evento, além das declarações que destacavam a luta contra as desigualdades sociais, após o Hino Nacional, foi executada a internacional comunista.

“Os conservadores não estão sendo nada éticos quando deixam que se aprofundem as desigualdades sociais no nosso país, com as suas políticas liberais”, discursou Carlos Siqueira.

(Foto: Reprodução/Facebook)

Jornal Midiamax