Política

Após vetar alianças com PSDB, PSL em MS diz aguardar nacional para definir

Secretário geral do diretório regional do PSL, o ex-deputado Coronel David afirmou nesta sexta-feira (20) que o partido conversa em Mato Grosso do Sul com o PSDB e MDB, mas que aguarda a definição da nacional após a sigla vetar alianças ‘de esquerda’. A decisão foi divulgada através de comunicado assinado pelo presidente em exercício […]

Evelin Cáceres Publicado em 20/07/2018, às 11h58 - Atualizado às 18h58

None

Secretário geral do diretório regional do PSL, o ex-deputado Coronel David afirmou nesta sexta-feira (20) que o partido conversa em Mato Grosso do Sul com o PSDB e MDB, mas que aguarda a definição da nacional após a sigla vetar alianças ‘de esquerda’.

A decisão foi divulgada através de comunicado assinado pelo presidente em exercício da comissão executiva nacional.

Após vetar alianças com PSDB, PSL em MS diz aguardar nacional para definirA regra vale tanto para a disputa majoritária (senadores e governo), quanto para proporcionais (deputados estaduais e federais). Estão rejeitadas alianças com o PDT, PT, PCdoB, PSTU, PCB, PCO, PSOL, Rede e PSDB.

“Fizemos as conversações aqui e repassamos para a nacional. Por uma questão de ideologia, não falamos com o PT e com o PDT”. David disse ainda que a sigla no Estado não deve ter pré-candidato ao governo.

Com o PSDB previamente vetado pela nacional e o pré-candidato pelo MDB preso preventivamente nesta sexta-feira (20) em decorrência da Operação Lama Asfáltica, David disse que ainda é cedo para comentar qualquer decisão.

Convenção

A convenção do PSL deve acontecer também no dia 4 de agosto, assim como a do PSDB, MDB e PSD, mas às 9h na Câmara Municipal de Campo Grande.

Jornal Midiamax