Política

Antes de sair em recesso, vereadores aprovam últimos reajustes de servidores

Foram contemplados enfermeiros, veterinários, auditores e diversas outras categorias

Richelieu Pereira Publicado em 17/07/2018, às 13h14 - Atualizado às 13h15

Vereadores durante a última sessão antes do recesso. (Foto: Izaias Medeiros/CMCG)
Vereadores durante a última sessão antes do recesso. (Foto: Izaias Medeiros/CMCG) - Vereadores durante a última sessão antes do recesso. (Foto: Izaias Medeiros/CMCG)
Antes de sair em recesso, vereadores aprovam últimos reajustes de servidores
Vereadores durante a última sessão antes do recesso. (Foto: Izaias Medeiros/CMCG)

Os vereadores de Campo Grande aprovaram, na sessão desta terça-feira (17), os reajustes das últimas categorias que estavam pendentes a serem feitos. São diversos setores, entre eles enfermagem, veterinários, auditores e administrativos. O aumento linear foi de 3,04%, com diferenças apenas no valor dos plantões.

A partir desta quarta (18), os parlamentares entram em recesso, suspendendo apenas as atividades no plenário (sessões ordinárias, audiências e solenidades). Os gabinetes e setores administrativos da Casa de Leis funcionarão normalmente, com atendimento ao público.

Médicos auditores, auditores de saúde, analistas de regulação, veterinários, auditores fiscais da Receita e da Procuradoria, ocupantes de cargos efetivos das referências 1 até 13, com exceção das referências 13A e 13B tiveram reajuste salarial de 3,04%.

Os veterinários também tiveram reajuste nos plantões que devem receber um aumento gradual mensal até atingir o patamar de R$ 769,21 em setembro deste ano.

Enfermeiros do município com jornada de 40 horas semanais terão adicional de produtividade de R$ 300, que deve subir para R$ 400 a partir do dia 1º de dezembro de 2018.

Além de ter o aumento de 3,04% no salário, os ocupantes de cargos efetivos de enfermagem, categoria 14-A, terão incorporação de 25% da produtividade SUS, mantendo os 75% restantes pagos como produtividade.

Os vencimentos de cargos efetivos de técnico de enfermagem e auxiliar de enfermagem, categoria 13-A, 40 horas, terão incorporação integral do abono em 12 parcelas mensais e consecutivas, a contar de 1º de agosto. E criação de Produtividade SUS no valor de R$ 150,00 a partir de 1º de maio de 2018.

Os vencimentos dos ocupantes de cargos efetivos de técnico de enfermagem e auxiliar de enfermagem, categoria 13-A, 30 horas, terão incorporação integral do abono em 12 parcelas mensais e consecutivas, a contar de 1º de agosto.

Jornal Midiamax